Mago fez exigência e o clube cumpriu! Renovará por menos?

Importante? Com certeza sim! Porém, imprescindível apenas no time de 2014.

Vamos para a novela…

No fim do ano passado, Valdivia se reuniu com Paulo Nobre e fez apenas um pedido para o presidente do Palmeiras para renovar seu contrato: reforços que pudessem dividir a responsabilidade dentro de campo.

Valdivia lamenta chance perdida
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Valdivia em campo pelo Palmeiras em 2014

A exigência foi atendida e se transformou em pressão contra o próprio chileno na decisão de permanecer ou não na Academia de Futebol.  Ao mesmo tempo em que vê o elenco se reforçar com nomes importantes como Arouca e Cleiton Xavier, o meia perde o status de estrela solitária e indispensável ao time.

Hoje, podem fazer a sua função atletas como Cleiton Xavier, Allione, Rafael Marques, Alan Patrick, Robinho e até Zé Roberto.

Ao mesmo tempo em que a dependência técnica  em relação ao chileno diminuiu, caiu também o poder de barganha do jogador na hora de fazer seus pedidos.

Com o salário na casa dos R$ 500 mil, ele precisará reduzir bastante o montante que recebe de forma fixa para passar a ter boa parte de seus vencimentos atrelados ao bom desempenho dentro de campo. Ou seja, ele precisará entrar nos moldes de produtividade.

O diretor de futebol, Alexandre Mattos, convocou o pai e representante do camisa 10 para discutir a renovação e pretende colocar um breve fim ao caso que ainda não virou novela, mas tem um enorme potencial para isso.

A começar pela demora para estrear em 2015. Lesionado desde o fim do ano passado por ter jogado no sacrifício para tentar tirar o time do rebaixamento, ele tem a estreia programada para o dia 28. A 10 dias de sua reestreia, no entanto, ele ainda não foi a campo para disputar coletivos.

Há alguns dias, Valdivia havia até sido liberado para voltar ao Chile e tratar com seu fisioterapeuta favorito. O tratamento, no entanto, parece não ter surtido efeito.

Atuação de gala, por enquanto, apenas no Carnaval de Salvador, onde posou para fotos e deu entrevistas durante seus dias de folga. Sua aparição gerou críticas de torcedores e conselheiros. A diretoria ainda não se manifestou publicamente. Fato é que a pressão para que ele volte logo ao time aumentou.

Outro fator que joga a favor de uma negociação arrastada é a chance de Valdivia assinar com qualquer clube sem que o Palmeiras ganhe algo com isso. Com o contrato marcado para terminar no dia 17 de agosto de 2015, ele está livre para um eventual pré-contrato desde a última terça-feira.

Internamente, Valdivia é avaliado como o melhor jogador tecnicamente no elenco, mas sua falta de sequência depõe contra o atleta. Por vezes, o chileno traz mais problemas do que solução, especialmente em um elenco que, agora, tem opções de criatividade funcionando, diferentemente do que foi visto em 2014. Na temporada passada, ele era colocado em campo até com só uma perna em condições físicas.

 

Fonte: UOL esporte

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post