Comissão do Profissional visita Academia 2 e troca experiências com a base

O processo de integração total entre categorias de base e profissional do Palmeiras segue em evolução no Palmeiras.

O gerente de futebol Cícero Souza e integrantes da comissão técnica alviverde fizeram uma visita à Academia de Futebol 2, em Guarulhos (SP), com intuito da conhecer a estrutura física disponível aos jovens atletas do Verdão e trocar experiências sobre novas formas de integração para alinhar o trabalho realizado na prática.

Além de Cícero, o coordenador científico Altamiro Bottino e o fisioterapeuta Jomar Ottoni também acompanharam a visita e tiveram contato com os profissionais da base alviverde, trocando ideias sobre como aprimorar o trabalho em Guarulhos. A ação faz parte do projeto do clube de padronizar o trabalho científico com números e valências a serem alcançadas tanto no Profissional quanto nas categorias menores, como explica o gerente Cícero Souza.

“O trabalho precisa ser integrado. Nossa visita nos apresentou uma boa estrutura física, bons gramados, material de apoio e comissões técnicas qualificadas. Estamos tentando padronizar a metodologia de trabalho entre base e Profissional. Encontramos aqui valores muito interessantes na parte de fisiologia e fisioterapia que, inclusive, vamos alinhar e passar a usar no Profissional. A integração no Palmeiras não é só no discurso, é na prática”, afirmou.

O processo de integração total entre categorias de base e profissional do Palmeiras segue em evolução no Palmeiras. (Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

O processo de integração total entre categorias de base e profissional do Palmeiras segue em evolução no Palmeiras. (Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação)

Novas mudanças na base

O Palmeiras também começou a ampliar o departamento de captação de atletas para as categorias de base, colocando em prática o projeto de espalhar observadores técnicos nas regiões Norte e Sul do país. Além de Palhinha e Beto Médice, que já atuam pelo clube no interior de São Paulo, Juarez Fischer chega ao departamento para observar jogadores no Rio de Janeiro e estados da região Sul e Sudeste, como Rio Grande Sul, Santa Catarina e Minas.

“Vamos intensificar e quantificar os profissionais da base para que o trabalho se torne mais individualizado. Temos uma estrutura física boa, e agora estamos trazendo mais profissionais durante o processo. O Cícero e o Alexandre Mattos sempre me deixaram claro o projeto da integração, e a porta da base está sempre aberta no Profissional, assim como o contrário. Temos visto os jogos no Allianz Parque ao lado da comissão técnico do Profissional, inclusive”, disse João Paulo Sampaio, contratado no último mês como coordenador geral da base.

Além de Erasmo Damiani, contratado para chefiar o trabalho de base na Seleção Brasileira, o coordenador administrativo Raul Fachini também deixa o Palmeiras e passa a trabalhar na CBF – o supervisor Luis Gustavo de Andrade assume o posto no Verdão.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post