Gabriel prega humildade e busca ‘perfeição’ no Palmeiras

Desacostumado a balançar as redes adversárias, o camisa 18 relatou a emoção de marcar pela primeira vez com a camisa do Verdão

Volante de origem e marcador nato, o jovem Gabriel não tem como ponto forte fazer gols. Mas, na partida deste domingo (15), diante do XV de Piracicaba, no Allianz Parque, foi dele o tento que culminou em mais uma vitória do Palmeiras no Campeonato Paulista.

Ouça a entrevista coletiva cedida pelo volante nesta terça-feira (17):

“Foi muito bom, primeiramente pela vitória e depois pelo gol. Fico muito feliz, foram os dois dias mais tranquilos deste ano. Mas agora tenho de ter os pés no chão, a humildade e não deixar a euforia atrapalhar porque sabemos que não fizemos mais que a obrigação. Trabalharemos forte nesta semana e buscaremos os três pontos novamente contra o São Bernardo”, declarou, referindo-se ao próximo duelo do clube pelo torneio regional, no domingo (22), às 19h30, no Grande ABC.

Coletiva Gabriel na Academia de Futebol (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Coletiva Gabriel na Academia de Futebol (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

O atleta comentou também a sua comemoração eufórica após o gol neste final de semana:

“Sou um jogador que não faz muitos gols, mas claro que serão sempre bem-vindos. Quando acontece aos 40 minutos do segundo tempo, aí você acaba extrapolando mais. A comemoração foi do jeito que sou em campo, sempre vibrando e tentando dar mais de 100%”, disse. “A minha característica é ajudar na marcação e também ajudar o time a criar jogadas. O meu papel é e sempre foi isso, fico muito feliz por ter uma oportunidade de fazer um gol”, emendou.

Já sobre a evolução da equipe dentro das quatro linhas, Gabriel reconhece que acontecerá gradativamente.

“Sabemos que a cobrança da torcida é grande, e o Palmeiras requer isso. Nós, jogadores, estamos dispostos a encará-la da melhor maneira possível. O torcedor cobra daqueles que ele acha que tem potencial para fazer o melhor. Encaro a cobrança como motivação e uma forma de estar sempre melhorando para chegar à perfeição. A vitória esconde muitos erros, mas a derrota esconde muitos acertos também. O time está maduro e a confiança para melhorar cada vez mais”, declarou.

E, para que este crescimento aconteça naturalmente, os palmeirenses contam com a experiência do técnico Oswaldo de Oliveira.

“Ele dá muita tranquilidade para a equipe, mas deixa claro que ninguém tem cadeira cativa. Estamos trabalhando forte, e isso é bom porque não deixa nenhum jogador acomodado, sempre trabalha em busca do melhor. Temos de aproveitar as oportunidades, é muito importante. Esta concorrência sadia faz com que os jogadores cresçam e o Palmeiras também”, finalizou o volante.

Fonte: Palmeiras

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post