Incomodado com Valdivia na seleção, Oswaldo não queria que ele jogasse

Meia foi convocado pela seleção chilena e pode estrear em 2015 longe do Palmeiras. Entrevista do técnico do Verdão teve o Mago como protagonista nas perguntas

A entrevista era de Oswaldo de Oliveira, mas o protagonista foi Valdivia. As perguntas ao técnico tiveram como tema principal o meia chileno. Ainda sem estrear pelo Palmeiras na temporada, o Mago vai servir a seleção do Chile nos amistosos contra Irá, na Áustria, e Brasil, na Inglaterra. O treinador do Verdão não queria essa situação, mas o clube não conseguiu a liberação.

– O ideal era que não jogasse nenhuma das duas, mas ele vai com todas as informações para lá. Como temos objetivos diferentes, quem vai tomar a decisão é o departamento médico da seleção chilena e seu treinador. Não sei o que é ideal na cabeça deles. Sei o que é na minha: o ideal era que não jogasse lá e reestreasse aqui, para seguirmos o que planejamos – disse Oswaldo.

Valdivia vai se apresentar à seleção chilena com uma “carta de recomendação” do Palmeiras. Lá estarão as informações sobre a evolução do meia, que, segundo o Verdão, ainda não tem como ir a campo. O Mago teve uma lesão muscular na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado e ainda tenta retomar o melhor da forma física.

Valdivia é observado por Oswaldo de Oliveira em treinamento do Verdão (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Valdivia é observado por Oswaldo de Oliveira em treinamento do Verdão (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

– Eles precisam de um relato oficial do clube informando a eles todos os estágios que ele percebeu até esse momento, até a convocação. O trabalho tem de ser seguido, principalmente quando é um aporte individual como o do Valdivia, com uma contusão que ele teve no fim do Brasileiro do ano passado – explicou o técnico do Palmeiras.

– O ideal era que ele reestreasse no Palmeiras para dar continuidade ao trabalho. Mas há a data Fifa e a convocação. Nós respeitamos, mas nossa preocupação é dar segmento ao que vem sendo feito aqui. Precisamos ter entendimento sobre o que foi feito e o que precisa ser continuado para que o jogador não sofra com isso – acrescentou o treinador.

Na bateria de perguntas sobre Valdivia na entrevista de Oswaldo de Oliveira, o técnico ainda falou sobre a renovação do meia, o sentimento dele por estrear pelo Chile e da repercussão.

Ouça a coletiva do treinador Oswaldo de Oliveira:

Leia abaixo outros tópicos da entrevista:

HOLOFOTES EM VALDIVIA
– É um jogador que não está atuando. Deveria ser um pouco menos falado. Isso conseguiu parar um pouco os comentários sobre o Gabriel. Foi bom (risos).

MAS ISSO INCOMODA?
– Não me incomoda, eu fico é imaginando o porquê disso. Não sei se é falta de assunto. O Palmeiras é um clube tão grande, o futebol é tão rico, e essa insistência… Às vezes acho que há uma tendência para que haja algo que gere polêmica, que renda algo a mais.

RENOVAÇÃO DE CONTRATO
– Se ele sair de graça, jogam Robinho, Zé Roberto, Cleiton Xavier… Até o último dia de contrato posso utilizar ele. É um jogador importante e de muita qualidade

POSSÍVEL ESTREIA PELO CHILE
– Falei com ele. Ele ficou chateado porque queria jogar primeiro aqui, mas tem de respeitar o que vem de legal, que é a data Fifa. Está tranquilo. Ele sabe o estágio que está. Vai procurar passar isso para as pessoas que têm responsabilidade na seleção chilena. Espero que ele volte íntegro.

VALDIVIA NA REDOMA
– Temos tido muito cuidado com esse jogador pelo melindre da contusão que ele sofreu, pelo histórico de sucessivas lesões. Hoje ele não participou porque ontem foi bastante exigido. Tem um planejamento diferente. Vamos fazer um documento para ele levar à seleção chilena contando toda a recuperação dele e sugerindo que ele nos traga também uma representação.

Fonte: Globoesporte

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post