Pré-jogo – Palmeiras x XV de Piracicaba

Após fim de série positiva, com seis vitórias consecutivas, Palmeiras recebe o Nhô Quim e confia em poder da torcida. Time do interior tenta manter crescimento

Depois de seis vitórias consecutivas, o Palmeiras busca recuperação neste domingo, diante do XV de Piracicaba, às 11h (horário de Brasília), no Allianz Parque. A partida, válida pela décima rodada do Campeonato Paulista, foi antecipada em cinco horas por conta de manifestações populares marcadas para a cidade de São Paulo. O XV chega embalado por três rodadas sem perder e tenta surpreender o Verdão fora de casa para seguir firme na busca por uma vaga nas quartas de final.

Líder do Grupo 3 do estadual, com 18 pontos, o Palmeiras tem a pior campanha entre os quatro grandes até aqui. O fator já começa a preocupar jogadores e o técnico Oswaldo de Oliveira, cientes de que a quantidade de pontos acumulada na primeira fase servirá para definir mandos de jogo nas etapas eliminatórias do torneio. Este é o antepenúltimo jogo do Verdão em casa na parte inicial do Paulistão.

Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral apita a partida, auxiliado por Fabricio Porfirio de Moura e Mauro André de Freitas.

HISTÓRICO

O XV de Piracicaba já cruzou o caminho palmeirense em outras 90 oportunidades – 58 triunfos palestrinos, 23 empates e apenas nove reveses. Curiosamente, o Verdão faz parte de alguns dos principais momentos do tradicional time do interior de São Paulo.

Em 1976, na melhor campanha do XV de Piracicaba na história do Paulistão, as duas equipes disputaram o título até a penúltima rodada da competição estadual, quando se enfrentaram. No confronto direto, o Verdão levou a melhor, venceu por 1 a 0 (gol de Jorge Mendonça) e assegurou mais um título para a sala de troféus do Palestra Italia.

Onze anos antes, os dois times realizaram a partida de inauguração do estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba, onde o XV manda seus jogos. O jogo, que terminou empatado em 0 a 0, foi válido pelo Campeonato Paulista daquele ano. O Verdão foi a campo com Valdir; Djalma Santos, Djalma Dias, Procópio e Ferrari; Dudu e Ademir da Guia; Gildo, Servílio, Tupãzinho e Rinaldo.

O último encontro entre as equipes aconteceu justamente no estádio piracicabano, em 2014, e, além da vitória do Palmeiras por 2 a 1, contou com um fato curioso. O treinador Gilson Kleina era o comandante palestrino à época e foi expulso da partida, assim como seu auxiliar-técnico, Juninho. Com isso, o goleiro Bruno (hoje emprestado ao Santa Cruz), que estava na reserva, assumiu o posto por alguns minutos.

RETROSPECTO

Os times já se enfrentaram 76 vezes em partidas válidas pelo Campeonato Paulista. Foram 51 vitórias palmeirenses, com 159 gols marcados, 16 empates e nove triunfos do time de Piracicaba. Na competição estadual, em 1954, o Verdão atropelou o XV por 8 a 1.

Como mandante no torneio paulista, o Palmeiras só foi superado uma vez em 39 jogos. Ainda aconteceram 32 vitórias alviverdes e outros seis empates.

ESCALAÇÕES

Ryder voltou a ser relacionado pelo técnico Oswaldo de Oliveira. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Ryder voltou a ser relacionado pelo técnico Oswaldo de Oliveira. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Palmeiras: o técnico Oswaldo de Oliveira deve manter a escalação utilizada no clássico da última quarta-feira.

Assim, a provável formação é a seguinte: Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel e Arouca; Allione, Robinho e Dudu; Cristaldo.

XV de Piracicaba: a única dúvida de Toninho Cecílio está no meio de campo. Apesar de manter o 4-2-3-1, o treinador gostou da entrada de Chico contra a Portuguesa e cogita a escalação dele como titular. Assim, Bruninho deixaria o time. Roni, que contra a Lusa deixou o gramado com dores no ombro, e Paulinho, recuperado de desconforto muscular, estão escalados. O Nhô Quim deve começar com Roberto; Ednei, Leonardo Luiz, Airton e Fernandes; Clayton e Diego Silva; Chico (Bruninho), Tony e Paulinho; Roni.

DESFALQUES

Palmeiras: Alan Patrick (lesão muscular na coxa esquerda), Valdivia (fase final de recuperação de lesão muscular na coxa esquerda), Kelvin (lesão no ligamento do joelho esquerdo), Leandro (cirurgia no pé esquerdo), Mouche (cirurgia no joelho direito) e Rafael Marques (dores no tornozelo direito). Cleiton Xavier não foi inscrito para a primeira fase do Paulistão.

XV de Piracicaba: os zagueiros Zelão e Wescley (lesionados), os volantes Juliano e Renan Foguinho, o meia Elias e o atacante Celsinho (todos em fase de condicionamento físico).

PENDURADOS

Palmeiras: Tobio, Dudu e Alan Patrick.

XV de Piracicaba: Ninguém.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post