Copa do Brasil – Classificação ficou para o Allianz Parque

No Maranhão, Palmeiras empata com Sampaio Corrêa e decide classificação em casa

Ouça acima o nosso professor

Com os titulares poupados para a final do Campeonato Paulista, o Verdão foi ao Castelão, em São Luiz, e, apesar do gol de Cristaldo, empatou com a equipe do Sampaio Corrêa pelo placar de 1 a 1, no primeiro duelo da segunda fase da Copa do Brasil.

A igualdade forçou o jogo da volta entre as duas equipes, que será disputado no próximo dia 12 de maio, às 21h50, no Allianz Parque. Para avançar à terceira fase da competição e encarar ASA-AL ou Vitória-BA, a equipe alviverde poderá jogar pelo empate sem gols ou por uma vitória simples diante dos maranhenses.

O jogo

Nos primeiros minutos de jogo, o Verdão viu a equipe do Sampaio Corrêa criar a primeira chance: aos 4, após bola mal rebatida, a bola sobrou para Pimentinha, que cruzou e quase encontrou Robert, que não chegou a tempo de completar ao gol.

A resposta alviverde veio somente aos 18 minutos: em ótima bola alçada na área, Victor Luis mirou Renato. Sozinho, na pequena área, o volante do Verdão arrematou para fora e desperdiçou a chance mais clara de gol do Verdão no primeiro tempo.

Ao longo de boa parte da etapa inicial, as equipes encontraram problemas para criar jogadas técnicas perigosas. Pelo lado adversário, o atacante Pimentinha era o mais perigoso na ponta esquerda da retaguarda alviverde. No Palmeiras, Ryder buscava incomodar pela canhota, mas esbarrava nos desarmes do Sampaio. Restava, então, os chutes de fora da área: aos 45 minutos, antes do apito do árbitro, Ayrton soltou torpedo do meio da rua e quase surpreendeu o goleiro Milton Raphael, acertando o travessão.

Já na segunda etapa, as duas equipes voltaram mais ligadas e dispostas a fazer o resultado. Logo no primeiro minuto, o Sampaio Corrêa chegou com Pimentinha: pela ponta, o atacante fintou Victor Luis e cruzou para Robert, que tentou completar de letra, mas perdeu o tempo da bola.

Em seguida, o Verdão respondeu com Alan Patrick, que arriscou de fora da área e obrigou ótima defesa do goleiro maranhense para escanteio. Na cobrança, a zaga afastou o perigo e, no contra-ataque, Jackson fez falta em Robert e recebeu cartão amarelo. Nove minutos depois, foi a vez de Kelvin experimentar, mas Milton Raphael afastou.

As mexidas de Oswaldo de Oliveira vieram somente aos 20 minutos da etapa final: Cristaldo e Andrei Girotto entraram nos lugares de Ryder e Renato, respectivamente. Três minutos após a alteração, o argentino entrou em cena e, após dividida de Gabriel Jesus com o goleiro, pegou o rebote e abriu o placar em São Luis (Sampaio Corrêa 0x1 Palmeiras).

O gol amenizou a equipe palmeirense na partida e obrigou o Sampaio a sair para o jogo. Aos 34, Alan Patrick, em cobrança de falta, complicou a vida de Milton Raphael. Para a sorte do arqueiro, Cristaldo não alcançou o rebote.

Quando o jogo se encaminhava para a vitória alviverde, Pimentinha fez ótima jogada pela direita e colocou na cabeça de Cleitinho, que empatou o jogo para os donos da casa (Sampaio Corrêa 1×1 Palmeiras).

Nos acréscimos, o Verdão até tentou desempatar com chutaço de fora da área de Andrei Girotto, mas a bola raspou o poste direito do arqueiro adversário e foi para a linha de fundo.

Escalação: Jailson; Ayrton, Jackson, Tobio e Victor Luis; Amaral, Renato (Andrei Girotto), Alan Patrick e Ryder (Cristaldo); Kelvin (Juninho) e Gabriel Jesus

Cartões Amarelos: Tobio, Jackson e Cristaldo

Gols

Sampaio Corrêa: Cleitinho (41’ – 2º Tempo)

Palmeiras: Cristaldo (23’ – 2º Tempo)

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post