Palmeiras elimina Corinthians em Itaquera e avança à final do Paulistão

Em partida válida pela semifinal do Campeonato Paulista, o Palmeiras visitou o Corinthians e, nas penalidades, saiu de campo com a vitória e com a vaga na final do Campeonato Paulista.

A partida começou bem disputada. Com as duas equipes muito agressivas ofensivamente, os dois arqueiros do confronto tiveram que mostrar serviço logo nos primeiros minutos de bola rolando.

E foram os donos da casa que começaram assustando. Aos 6 minutos, depois de boa troca de passes, Mendoza arriscou para o gol, mas Victor Ramos desviou e mandou o perigo para longe.

Apesar do sufoco, o Verdão não perdeu tempo e respondeu. Aos 13 minutos, Robinho cobrou escanteio, Victor Ramos precisou de duas tentativas para inaugurar o marcador e fazer um a zero Palmeiras. (Corinthians 0x1 Palmeiras).

Com uma marcação predominante no meio de campo, as duas equipes abusavam dos longos lançamentos ou das bolas na área, mas a tática surtia pouco efeito. Porém, aos 33 minutos, o Corinthians chegou à igualdade com a cabeçada de Danilo. (Corinthians 1×1 Palmeiras).

Visivelmente desgastados por consequência dos primeiros minutos pegados, os times diminuíram o ritmo e protagonizaram uma partida mais branda. Faltando um minuto para acabar o tempo regular, o Corinthians marcou mais um, dessa vez com Mendoza, e foi para o vestiário com a vantagem. (Corinthians 2×1 Palmeiras).

A fim de deixar time mais rápido ofensivamente, o técnico Oswaldo de Oliveira mexeu na equipe ainda no intervalo e o Palmeiras retornou a campo modificado: o lateral Lucas deu espaço para o meia Cleiton Xavier.

Os primeiros minutos foram de domínio palestrino. Mantendo a bola no pé e aproveitando as brechas do adversário, o Palmeiras quase marcou o segundo com Dudu, mas o goleiro Cássio desviou e a bola bateu na trave.

Com 20 minutos de jogo, os mandantes responderam, com Vagner Love, que testou para o gol. Mas a estrela de Fernando Prass brilhou: o arqueiro alviverde fez uma defesa espetacular e evitou o terceiro gol alvinegro.

Aos 24 minutos, Oswaldo gastou suas últimas substituições: colocou Gabriel Jesus no lugar de Valdivia e o estreante Kelvin no lugar do zagueiro (improvisado na lateral) Wellington. E não demorou muito para as mudanças surtirem efeito.

Com um time mais rápido no toque de bola, o Verdão chegou ao empate aos 29 minutos: Dudu cruzou para Rafael Marques que se esticou todo para testar para as redes e deixar tudo igual novamente na Arena Corinthians. (Corinthians 2×2 Palmeiras).

Mesmo com mais três minutos de acréscimos, as duas equipes não balançaram as redes e a partida foi decidida nas penalidades.

O Palmeiras foi o primeiro a cobrar. Robinho bateu, mas infelizmente não converteu. Pelo lado do Corinthians, Fabio Santos não desperdiçou. Rafael Marques e Victor Ramos marcaram os deles, assim como Renato Augusto e Fagner. Cleiton Xavier anotou o dele, Ralf fez mais um para o Corinthians. Dudu também bateu forte para o fundo das redes e deixou o dele. Responsável pelo gol que seria o passaporte para a final do Paulistão, Elias cobrou e Fernando Prass foi primordial na escolha do lado, defendeu e levou a decisão para o mata-mata.

E o arqueiro brilhou mais uma vez. Escolhendo o lado certo do chute de Petros, Prass defendeu e correu para o abraço.

O Palmeiras está na grande final do Campeonato Paulista, e aguarda o resultado do jogo entre Santos e São Paulo, que começa às 18:30, na Vila Belmiro.

Escalação: Fernando Prass; Lucas (Cleiton Xavier), Victor Ramos, Jackson e Wellington (Kelvin); Gabriel, Arouca, Robinho e Valdivia (Gabriel Jesus); Dudu e Rafael Marques.

Cartões Amarelos: Lucas e Arouca (Palmeiras)

Gols: Victor Ramos (14’ – 1º Tempo); Danilo (33’ – 1º Tempo); Mendoza (44’ – 1º Tempo) Rafael Marques (29’ – 2º Tempo).

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post