Palmeiras Tour: desentendimento ou descaso com o torcedor?

A épica classificação para a decisão do Campeonato Paulista não foi totalmente feliz para parte dos torcedores palmeirenses que se dirigiram até Itaquera para acompanhar o jogo.

Esta notícia não é das mais felizes em um dia de muita alegria para a torcida Palmeirense. Porém, como um veículo da Mídia Palestrina, nos sentimos na obrigação de defender nossos torcedores, mesmo que uma pequena parcela – e analisar o caso de forma IMPARCIAL – porém, para isso, precisamos da atenção da empresa PALMEIRAS TOUR. Tentamos entrar em contato, algumas vezes, até o fechamento desta matéria, mas até agora não houve um posicionamento e/ou retorno.

O relato abaixo é de autoria do torcedor Gustavo Lo Re, em nome de todos os Palmeirenses que foram ao clássico de pelo serviço da Palmeiras Tour e, sem dúvida por uma infelicidade, foram abandonados e voltaram com o restante da torcida de trem (sem problemas – porém, foi contratado um serviço de translado e a volta deste serviço não foi prestada de maneira satisfatória).

“A épica classificação para a decisão do Campeonato Paulista não foi totalmente feliz para parte dos torcedores palmeirenses que se dirigiram até Itaquera para acompanhar o jogo. Cerca de 15 torcedores que adquiriram os pacotes oferecidos pela Palmeiras Tour foram literalmente esquecidos pela empresa na saída do estádio, e tiveram que retornar para suas residências a pé e de trem, junto aos torcedores que não compraram os pacotes.

 

O serviço oferecido pelo Palmeiras Tour consistia em transportar em cinco ônibus escoltados os torcedores para o estádio, incluindo ainda o ingresso da partida, tudo isso pelo valor de R$ 200,00. Segundo o voucher emitido pela agência, a saída do estádio rumo ao hotel Novotel, local onde os torcedores se reuniram para irem ao jogo, estava prevista para às 19:30h. Entretanto, outros torcedores que conseguiram embarcar informaram que às 19:15h os ônibus já estavam à caminho do hotel.

 

O despreparo, desrespeito e falta de organização do Palmeiras Tour com seus clientes foi gritante. Não há qualquer desculpa que justifique a saída da comitiva sem todos aqueles que compraram os pacotes. Conversei com um funcionário da empresa hoje, de nome Leonardo, e este defendeu a posição da empresa em duas frentes: a primeira que os motoristas foram obrigados a sair prematuramente por ordem da PM; e a segunda que os guias tentaram contatar todos aqueles que não estavam no ônibus no local e na hora (ou antes da hora, né?) combinada.

 

Os torcedores que ficaram para trás – e me incluo nessa lista – não foram permitidos pela PM para sair do estádio. Para aqueles que desconhecem o modo de operação da PM em dias de clássicos, os torcedores visitantes são “segurados” por cerca de uma hora dentro do estádio, para que dê tempo suficiente para a torcida mandante ir embora e assim não ocorrer qualquer tipo de tumulto do lado de fora. No nosso caso, saímos junto com todos os outros torcedores por volta das 19.00hs, após autorização da PM, e não vimos mais os ônibus nos arredores do Itaquerão.

 

Quanto ao fato de, supostamente, terem ligado para cada torcedor “perdido”, trata-se de uma das mentiras mais deslavadas que se têm notícia. Absolutamente NENHUM torcedor recebeu qualquer ligação por parte dos guias do Palmeiras Tour. Foram colhidos cópias e prints das últimas ligações recebidas pelos torcedores, e em nenhum deles consta qualquer chamada dos funcionários da agência – e aqueles que tentaram contato com prepostos da empresa alegam que não tiveram nenhum dos seus telefonemas atendidos por eles. Inclusive, há a informação de que os colegas daqueles que ficaram tentaram segurar a saída dos ônibus para procurar os amigos, mas foram proibidos pelos guias sob a justificativa de que deveriam sair o mais rápido possível.

 

Por fim, não há notícia de qualquer preocupação dos guias em relação aos torcedores ausentes. Não houve nenhum tipo de “chamada” antes do ônibus sair, não houve contagem, não houve sequer um “tá todo mundo aê?”. Insta mencionar que não eram um, dois ou três torcedores jogados por Itaquera – o que também não justificaria tamanho descaso -, eram no mínimo QUINZE, incluindo ainda mulheres. Quinze pessoas significam meio ônibus, é impossível não sentir falta desse elevado número de pessoas no retorno dos veículos.

 

Ressalte-se, ainda, os agravantes de toda essa situação. Não bastando ter que fazer os torcedores caminharem cerca de 4km até a Estação Dom Bosco, para de lá tomarem um trem rumo à Barra Funda, e em seguida chamarem taxis/ônibus convencionais para irem até o Novotel buscar os próprios veículos, é importante lembrar que Itaquera é notoriamente conhecida como uma das regiões mais perigosas da cidade. Não bastando isso, e já sendo noite, o risco de confronto com torcedores corintianos que poderiam estar preparando qualquer emboscada por ali é altamente considerável. Ou seja, repetindo, NADA JUSTIFICA A ATITUDE DA EMPRESA.

 

O Palmeiras Tour é um braço da Futebol Tour, empresa voltada a proporcionar ao torcedor um maior conforto nas idas aos jogos de futebol. O que nos causa mais revolta, claro, é o fato desta empresa se utilizar do nome Palmeiras e prestar um serviço digno de Ferroviária – com todo respeito à este simpático clube. Não se pode admitir, principalmente em tempos de profissionalismo e gestão voltada à excelência, a prestação de um serviço tão ineficiente e despreocupado para com seu cliente/torcedor. Nós, como palmeirenses fervorosos, ficamos muito mais incomodados com o fato do nome do nosso amado clube estar sendo manchado na mão de amadores, do que com os problemas sofridos em si – ainda mais depois de uma vitória como a de ontem.

 

Todos os torcedores lesados estão no aguardo de um posicionamento por parte da empresa, bem como por qualquer forma de indenização pelos danos sofridos em decorrência do episódio de ontem. Assim que tivermos uma posição oficial, divulgaremos aqui para que possamos, de forma justa, honesta e clara, publicar as razões (se é que existem) da empresa por tal atitude.

 

Abraços a todos, e rumo ao título!”

Gostaríamos que a empresa PALMEIRAS TOUR ou seu grupo FUTEBOL TOUR, viesse a público esclarecer o ocorrido e explicar/esclarecer a esses torcedores o que aconteceu e, se as críticas realmente forem fundamentadas (tudo indica que são), a forma de compensação a esse grupo de torcedores.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post