M. Oliveira ‘esquece’ sequência, cobra evolução e mira G-4 contra Sport

Mesmo após as quatro vitórias consecutivas do Verdão no Nacional, o exigente treinador não esconde os detalhes a serem corrigidos pela equipe palestrina.

A boa fase do Palmeiras no Campeonato Brasileiro não tira o foco do técnico Marcelo Oliveira. Bicampeão do torneio pelo Cruzeiro, o comandante sabe muito bem qual o melhor caminho para obter sucesso na competição mais importante do Brasil: tratar todos os duelos como verdadeiras finais.

“Conviver com vitórias é muito bom, mas não podemos nos acomodar ou nos contentar com o que já passou. Temos de fazer do próximo jogo o mais importante, e um dos trabalhos agora é exatamente isso. Saber o que foi bom, mas tentar melhorar. Em termos de tabela, fomos produtivos. Mas, em termos de time, a gente pode melhorar em alguns aspectos. Somos bastante ofensivos e intensos, mas temos de tomar cuidado para o adversário não chegar à nossa área”, comentou.

Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

O confronto com o Sport, no próximo domingo (12), às 18h30, na Arena Pernambuco, encaixa-se perfeitamente no discurso do palmeirense.

“É um jogo que tem grandes motivos para fazermos um investimento alto e nos entregarmos bastante. É um concorrente direto, e temos a possibilidade de voltar ao G-4, dependendo de um ou outro resultado. Mas, acima de tudo, o mais importante é o fortalecimento da equipe, de engrenar a quinta vitória seguida. Não só pelo resultado, mas para que o time seja tão intenso na parte ofensiva quanto está sendo”, afirmou o técnico.

Marcelo Oliveira, inclusive, não fez mistério com relação à formação inicial do time diante dos pernambucanos. O lateral-esquerdo Egídio e o zagueiro Victor Ramos estão suspensos após receberem o terceiro cartão amarelo contra o Avaí, na última quarta-feira (08). Já Vitor Hugo será desfalque por conta de uma lesão no rosto sofrida também no embate contra os catarinenses.

“Lamentamos ter de trocar o time, principalmente por isso (a defesa não levar gols há quatro jogos), ainda mais porque foram dois cartões desnecessários. Comento muito isso com relação à arbitragem, tanto o Egídio quanto o Victor Ramos foram cartões que davam para evitar”, disse. “O Vitor Hugo teve uma pequena fratura. Não terá de fazer cirurgia, mas terá de ficar uma semana ou um pouco mais no departamento médico. Jogaremos com Leandro Almeida e Jackson, sendo que, na esquerda, teremos a substituição natural, que é o João Paulo”, emendou.

Outro que tem a presença confirmada na equipe é o meia Zé Roberto.

“Gostei da passagem do Zé, muito habilidoso e talentoso, pode contribuir muito. Gostei do Rafael (Marques) por dentro também, tem um estilo de chegada à área muito semelhante ao do Ricardo Goulart, no Cruzeiro. Começaremos com o Zé, mas não sei se no mesmo posicionamento. Estudaremos um pouco a distribuição dos jogadores em campo”, revelou.

Aliado a isso, o treinador aproveitou para ressaltar a importância de todos os atletas do elenco alviverde.

“Eu administro isso, sempre conscientizando os jogadores que todos são importantes. Temos um grupo forte com qualidade semelhante e, em algum momento, um jogador que tem condição de jogar pode estar no banco ou nem ir para o jogo. Isso é formar um elenco para ser campeão. Costumo dar confiança ao jogador”, falou. “Todos sabem que podem ser chamados a qualquer momento. Cabe a eles treinarem e continuarem trabalhando para que tenham condições de sair jogando”, completou o treinador.

E esta metodologia de Marcelo Oliveira deve-se justamente ao fato de o Campeonato Brasileiro ser muito longo e disputado.

“Neste momento, a concorrência é grande e muita coisa acontecerá. Temos de trabalhar muito e fazer esse aproveitamento alto em casa. Os jogadores já estão muito conscientes disso também, não é fácil em uma quarta-feira mais de 37 mil pessoas no estádio. Precisamos ser muito intensos, trazer resultados e criar estratégias para tirar pontos fora de casa, principalmente contra os concorrentes diretos”, finalizou.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post