Marcelo Oliveira valoriza empate em Recife e elogia Prass e Leandro P.

Ciente da força do rival dentro de seus domínios, o técnico alviverde valorizou o resultado conquistado fora de São Paulo.

O Palmeiras foi até a cidade de Recife-PE, neste domingo (12), para tentar a sua quinta vitória seguida no Campeonato Brasileiro. Jogando na Arena Pernambuco, o Verdão viu o Sport sair à frente no placar, conseguiu a virada, mas, no final do segundo tempo, sofreu o gol de empate dos pernambucanos.

Ouça a entrevista coletiva do comandante alviverde:

“No sentido de tabela e classificação, se você vem jogar aqui com o momento que o Sport está vivendo, é normal e ele vai tirar pontos de outras equipes, com toda a certeza. Se pensarmos nas circunstâncias do jogo, nós estávamos ganhando até os 44 minutos do segundo tempo e tivemos a oportunidade de matar o jogo, aí você pode até lamentar. Mas, para mim, fica evidenciado que a gente pode chegar e o resultado foi absolutamente normal”, comentou.

Com grandes chances de sair vitorioso da casa do adversário, o comandante fez a sua avaliação detalhada do rendimento palmeirense em Recife.

“O início do jogo foi melhor para o Palmeiras. Logo tivemos chances de gols, e levamos o gol quando o Sport não estava chegando. Aí modificou-se um pouco o quadro. Depois, o Palmeiras retomou, reagiu e reverteu o placar, mas sofremos o empate. Se pensarmos em tudo o que aconteceu, foi um resultado justo”, declarou o alviverde, que elogiou a atuação de dois atletas em especial: o goleiro Fernando Prass e o atacante Leandro Pereira, autor dos dois tentos palestrinos.

Para o técnico Marcelo Oliveira o resultado foi 'absolutamente normal'. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Para o técnico Marcelo Oliveira o resultado foi ‘absolutamente normal’. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

“Já conheço bem o Prass, nós já trabalhamos juntos. É um profissional que é o primeiro a entrar e o último a sair sempre. Ele é muito profissional e determinado, e a resposta veio quando precisamos dele. Já o Leandro é batalhador, sempre está brigando. Teremos ótimas opções no ataque, fiquei feliz com a atuação dele hoje. Os gols dele puderam nos ajudar, mas, infelizmente, não foi o suficiente para a vitória”, declarou.

O time palmeirense volta a campo nesta quarta-feira (15), às 22h, para enfrentar o ASA-AL, no estádio do Café, em Londrina-PR, pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. No domingo (19), às 16h, será a vez de encarar o Santos, no Allianz Parque, pela 14a rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post