Palmeiras bate Chapecoense na arena e vence mais uma no Brasileirão

Com gols de Egídio e Cristaldo, o alviverde bateu o adversário por 2 a 0 e conquistou a segunda vitória seguida no torneio nacional.

Egídio abriu o placar contra a Chape, marcando seu primeiro gol com a camisa do Verdão. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Egídio abriu o placar contra a Chape, marcando seu primeiro gol com a camisa do Verdão. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Para embalar no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras recebeu a Chapecoense no Allianz Parque, em jogo válido pela 10ª rodada do Brasileirão, e fez a lição de casa.

O Verdão iniciou a partida com tudo. Logo no primeiro lance após a saída de bola, Leandro Pereira arrancou para o campo de ataque e, de fora da área, bateu de perna esquerda e Danilo rebateu para frente. No rebote, Robinho errou o chute, que saiu pela linha de fundo.

Aos 10 minutos, foi a vez de Dudu ficar na cara do gol e arriscar, mas Rafael Lima fez um corte providencial para o time catarinense. Nove minutos depois, Robinho arrematou de fora da área, obrigando Danilo realizar um leve desvio com a ponta dos dedos.

O Palmeiras seguiu com muita objetividade nas jogadas ofensivas e, aos 27, a pressão deu resultado. Após cobrança de lateral de Lucas, a bola sobrou para Dudu e o atacante deixou atrás para Egídio, que arriscou um belo chute. A bola ainda desviou na zaga, enganou o arqueiro da Chape e balançou as redes. Foi o primeiro gol do lateral-esquerdo com a camisa do Verdão, coroando a boa fase do camisa 66. (Palmeiras 1 x 0 Chapecoense)

Na chance mais perigosa da equipe de Santa Catarina no primeiro tempo, aos 32 minutos, Camilo cobrou falta da intermediária, Leandro Pereira tentou cortar e a bola passou perto do ângulo da meta de Fernando Prass.

A segunda etapa começou com bastante equilíbrio na arena palestrina. No primeiro momento de ataque, aos quatro minutos, Egídio arriscou o chute de fora, mas Danilo encaixou a bola com tranquilidade. Aos 18, o lateral-esquerdo fez excelente jogada e tocou a bola para Robinho, que arriscou e levou muito perigo ao gol catarinense.

Encontrando dificuldades para furar a defesa adversária, Marcelo Oliveira resolveu alterar a equipe do Palmeiras e, aos 19, promoveu a primeira substituição do Verdão no jogo: entrou Zé Roberto no lugar de Dudu. Já aos 21, Rafael Marques recebeu na direita e soltou a bomba, mas Danilo fez boa defesa no centro do gol.

Um minuto depois, Cristaldo entrou na partida, substituindo Leandro Pereira. Logo em sua primeira jogada, brilhou a estrela do centroavante argentino. Ele lançou Egídio, que cruzou. Robinho chegou antes do goleiro, desviou e a bola sobrou para o próprio Cristaldo, que completou para o gol. Décimo primeiro tento do camisa 9 no ano. Ele é o artilheiro do Verdão na temporada. (Palmeiras 2 x 0 Chapecoense)

Já com o jogo amplamente dominado, M. Oliveira promoveu a troca de Arouca por Andrei Girotto, que fez seu primeiro jogo no Brasileirão 2015.

Buscando diminuir o placar, aos 42, a Chapecoense partiu para o ataque. William Barbio recebeu na direita e arriscou o chute, mas Prass fez grande intervenção, corroborando a boa fase da defesa palmeirense, que, pelo segundo duelo consecutivo, não foi vazada. Nos últimos minutos, o Palmeiras dominou o jogo e esperou o apito do árbitro confirmando mais um resultado positivo.

O Verdão volta a campo no próximo domingo (5), às 18h30, na Arena Pantanal, contra a Ponte Preta. Na quarta-feira (8), o alviverde volta a atuar no Allianz Parque, contra o Avaí, às 21h.

Escalação: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Arouca (A. Girotto), Robinho, Dudu (Zé Roberto) e Rafael Marques; Leandro Pereira (Cristaldo).

Gols

Palmeiras: Egídio (27’ – 1º tempo) e Cristaldo (23’ – 2º tempo)

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post