Rafael Marques dá dicas aos jovens no Resenha da Academia

Rafa Marques conversou com os jogadores do Sub-20 e Sub-17, dividiu experiências do início da carreira e ressaltou a importância do profissionalismo no futebol

Em grande fase no Campeonato Brasileiro, o atacante Rafael Marques foi o convidado desta terça-feira (7) no Resenha da Academia – projeto do Palmeiras no qual um jogador do Verdão participa de uma palestra com os jogadores da base.

Aos 32 anos, nascido em Araraquara (SP), Rafael aproveita sua segunda passagem pelo Palmeiras depois de atuar por diversos países e experienciar diferentes culturas no futebol. Entre 2003 e 2004, contratado pelo Verdão da Ponte Preta, o atacante relembra a principal lição que recebeu de jogadores mais experientes: a humildade. Após rodar por times do Brasil, Turquia, Japão e China, ele deu diversas dicas aos jovens sobre como lidar com a profissão.

“O futebol dá muitas voltas. Se hoje você está por cima, amanhã pode estar por baixo. Todos têm de manter os pés no chão, porque quando vierem as dificuldades, você consegue passar por cima. No futebol, você tem de sempre aprender, e eu aprendo a cada dia. Cheguei aqui com Marcos, Sérgio, Pedrinho, e não sabia como seria recebido. E a primeira pessoa que me deu as boas vindas foi justamente o Marcão. Escutar isso de um cara como ele, ver como ele é humilde, mostra que para chegarmos onde queremos temos de manter os pés no chão”, disse.

“Vivi culturas diferentes, futebol diferente, e aprendi muito. Essa minha garra em campo tem a ver com o futebol turco, que é duro, pegado. Do Japão peguei a parte tática que hoje é obrigatória no futebol mundial. O jogador que não se enquadra ou procura analisar o futebol, faz uma autocrítica, dificilmente consegue manter-se nessa caminhada”, completou, ao lado de Cícero Souza, gerente de futebol, e Roberto Specht, um dos diretores da base do clube.

Assim como nas edições anteriores, o Resenha da Academia foi realizado no prédio administrativo da sede social do Verdão, ao lado do Allianz Parque, e tem o principal intuito de integrar ainda mais Profissional e base, além de passar um pouco da experiência dos profissionais a jovens que sonham chegar ao topo. Antes de Rafael Marques, o goleiro Fernando Prass e o meia Robinho também bateram papo com os jovens talentos.

“Vocês vão dar muitas voltas. O Rafael passou pela Ponte Preta, veio ao Palmeiras, saiu e voltou. Está batalhando. É isso que esperamos de vocês: que não desistam, acreditem no sonho que não começou agora. Nessa fase de transição, o último degrau antes do profissional, é a parte mais difícil. É um funil estreito e vocês não podem fraquejar. Vocês estão em clube grande, que dá uma estrutura para vocês”, disse Roberto Specht.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post