M.Oliveira esconde formação e mira volta ao G-4 contra Atlético-MG

Depois de perder o volante Gabriel por lesão, Marcelo Oliveira terá outro desfalque importante para o duelo com o Atlético-MG, no próximo domingo (23), às 18h30

Trata-se de Arouca, que sofreu uma contusão na coxa esquerda durante a vitória por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, em duelo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O comandante, por sua vez, ainda não definiu qual será o substituto do camisa 5.

“Sem dúvida são jogadores importantes porque cumprem duas funções, tanto o Gabriel quanto o Arouca, que são jogadores de meio que marcam e saem para jogar. Neste momento, nós tentaremos volantes que marcam mais e saem menos ou que jogam mais e marcam menos. Não foi possível fazer treinamento hoje (sexta-feira) por conta do desgaste, mas amanhã (sábado) faremos o time”, contou o treinador, que deu mais detalhes sobre a possível formação da equipe para este final de semana.

O técnico Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol na manhã desta sexta-feira (21). (Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

O técnico Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol na manhã desta sexta-feira (21). (Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação)

“O treinamento é fundamental, principalmente porque são jogos seguidos e os jogadores se desgastam. Mas, no Brasil, é assim, não temos muito tempo para treinar. Uma vez até falei que os times no Brasil são mal treinados, mas são mal treinados neste sentido. Nós temos de observar o substituto do Arouca, pode ser que seja um de mais contenção, ou então optaremos por uma formação com um volante só e fortaleceremos na criação com Cleiton Xavier e com Zé Roberto”, declarou.

Já no setor ofensivo, o palmeirense manteve a dúvida entre Lucas Barrios e Alecsandro.

“O time base deve ser o mesmo, mas, pensando no desgaste dos jogadores e nas opções que nós temos, podemos até fazer uma ou outra alteração sem mudar a forma de jogar. Algumas, para mim, são claras. O Alecsandro pode jogar o Brasileiro e não pode jogar a Copa do Brasil, então seria uma opção usar um ou outro sem desgastar os dois. Conversaremos amanhã e definiremos para o jogo”, disse o técnico, que pediu atenção com o Galo no domingo.

“No primeiro turno, o Atlético-MG foi o time que jogou melhor se pegarmos a média de todos os jogos. É um time que marca e ataca muito bem, mas realmente agora vive uma queda de rendimento. É difícil jogar no Independência, mas iremos com a expectativa grande de vencer e buscar o G-4 novamente”, projetou.

Bicampeão brasileiro com o Cruzeiro, Marcelo Oliveira mantém o otimismo para repetir o sucesso no Verdão.

“Se pensarmos que estamos a nove pontos do líder, fica distante, mas, se pensarmos que temos 57 pontos a serem disputados, cria uma expectativa muito maior. O Palmeiras tem de ser mais firme e regular e não perder as oportunidades que perdemos recentemente, quando tivemos três derrotas consecutivas. Temos muitas possibilidades e trabalharemos em cima disso para entrarmos no G4”, finalizou o palestrino.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post