Palmeiras celebra 101 anos com homenagens e lançamento da nova camisa

Festa em comemoração aos 101 anos do Palmeiras contou com relíquias da equipe de Palestra Italia, como principais taças e conquistas registradas na memória alviverde

“Estou muito feliz com o aniversário do Palmeiras, que completará 101 anos no próximo dia 26. Sempre que o Palmeiras completa aniversário é um motivo de festa”, declarou o presidente Paulo Nobre, durante a sua chegada à celebração.

Cerimônia e homenagens

A festa de 101 anos do Verdão começou em grande estilo. Após uma bela apresentação musical com violinos, as palmeirenses Gianne Albertoni e Sabrina Parlatore assumiram os microfones para dar início à cerimônia que emocionaria os diversos convidados presentes no Espaço das Américas.

Narrada pela inconfundível voz do jornalista Mauro Beting, a história da origem do então Palestra Italia começou a ser descrita em um vídeo especialmente produzido para a celebração, que, logo em seguida, contou com o reforço de um discurso marcante do atual presidente do Verdão, Paulo Nobre.

“Mais um ano se passou e um novo século se inicia na vida da Sociedade Esportiva Palmeiras. Novo século esse que o Palmeiras tem de voltar a ser escrito com todas as letras maiúsculas, assim como foi nos primeiros 100 anos. Mas, para que isso aconteça, precisamos ter novamente um clube social modernizado, e um futebol, que é a razão da existência da Sociedade Esportiva Palmeiras, sempre forte e competitivo. Mas, para isso, precisa ser sempre administrado com coerência e responsabilidade porque, para a Sociedade Esportiva Palmeiras, sempre existe um amanhã”, falou o mandatário.

Logo em seguida, chegou a hora de a Academia de Goleiros do Palmeiras, tão famosa no futebol nacional e internacional, ser homenageada. Os ídolos Oberdan Cattani (representado pela filha Walkyria Cattani), Valdir de Morais (gravou um vídeo de agradecimento), Emerson Leão (não pôde comparecer à festa), Velloso, Sérgio, Marcos e Prass (concentrado com o time) receberam uma placa comemorativa para evidenciar a importância de cada um para o clube paulista. Além dos arqueiros, outros momentos inesquecíveis foram recordados durante a festividade: a Arrancada Heroica, em 1942 (que marcou a mudança de nome de Palestra Italia para Palmeiras), e o dia em que o Verdão representou a Seleção Brasileira e venceu o Uruguai por 3 a 0, em 1965.

A noite foi ainda mais memorável para dois palestrinos em especial: José Roberto Lamacchia, presidente da Crefisa, e Leila Pereira, presidente da Faculdade das Américas (FAM). Ambos receberam das mãos do vereador Nelo Rodolfo o título de Cidadão Palmeirense.

Ainda durante a celebração, pontos importantes da gestão do presidente Paulo Nobre foram expostos, como a implantação do sistema SAP, software de gestão que o clube contratou no começo de 2014, a criação da TV Palmeiras, líder de inscritos entre os clubes brasileiros, e o lançamento do aplicativo oficial do Verdão, que é o mais baixado entre times de futebol da América Latina, além do sucesso de público em todos jogos no Allianz Parque e a evolução meteórica do programa de sócio-torcedor Avanti, que passou de nove para quase 130 mil associados.

Por fim, após a exibição de um vídeo com o tema “Como você vê o Palmeiras daqui a 100 anos?”, o presidente Paulo Nobre e seus vices Maurício Galiotte, Genaro Marino, Antonino Jesse Ribeiro e Victor Fruges, além do presidente do Conselho Deliberativo, Antônio Augusto Pompeu de Toledo, e do presidente do COF (Conselho de Orientação e Fiscalização), Carlos Afonso Della Monica, receberam uma placa comemorativa em referência aos 101 anos do Alviverde.

O Hino do Palmeiras tocado ao som de violinos, um brinde coletivo e todos os convidados entoando gritos da torcida deram fim à cerimônia e marcaram o início do jantar de aniversário, que terminaria com um inesquecível show do grupo Titãs.

Lançamento da camisa III

Em homenagem aos 100 anos da conquista da Taça Savoia, obtida em 24 de janeiro de 1915, o Palmeiras lançou oficialmente a sua terceira camisa para a temporada 2015. Com a cor prata e detalhes em verde, o novo manto homenageia o primeiro título da enorme lista enorme de conquista da história da Sociedade Esportiva Palmeiras.

A nova camisa foi inspirada na Taça Savoia, primeiro título do clube. (Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

A nova camisa foi inspirada na Taça Savoia, primeiro título do clube. (Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Além de prateada, com a taça em relevo no peito, a camisa aparece com a elegante gola em V e as marcantes três listras nos ombros em verde escuro, assim como detalhes na bainha na mesma cor. O prateado continua predominante no calção e nos meiões, exaltando a Taça Savoia.

Assim como os demais uniformes produzidos pela adidas, conta com a tecnologia ClimaCool®, que considera como e onde o corpo produz mais calor e suor, aplicando tecidos específicos nessas áreas para melhorar a ventilação. O material permite que o atleta permaneça mais tempo com a temperatura ideal do corpo.

“A adidas sempre se preocupa em contar os grandes momentos da história do Palmeiras em nossas camisas. Isso é algo que nos agrada muito. Ser diferente, com bom gosto e com um bom mote”, comenta Paulo Nobre, presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras.

“É sempre uma grande satisfação quando criamos um uniforme que, além de ser bonito, tenha inspiração com a história do clube. Estamos muitos orgulhosos dessa camisa, que com certeza será um sucesso de vendas”, afirma Luiz Gaspar, gerente de futebol da adidas.

A nova camisa 3 do Palmeiras vai a campo pela primeira vez neste domingo (30) às 16h, no Allianz Parque, quando o time enfrenta o Joinville, em partida válida pela 21ª rodada do Brasileirão.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post