Rafael Marques pede recuperação em Minas e reitera desejo por título

Vice-artilheiro na temporada com 11 gols marcados (Cristaldo tem 12), Rafael Marques sabe o que o Verdão precisa fazer para ter sucesso absoluto no Brasileiro.

Insatisfeito com o revés diante do Atlético-PR, no Allianz Parque, o jogador pediu que o time alviverde recupere os pontos perdidos dentro de seus domínios nos confrontos fora de São Paulo, a começar pelo duelo com o Cruzeiro, neste domingo (09), às 16h, em Belo Horizonte-MG.

“Temos de buscar lá fora o que perdemos aqui dentro. E, para chegar ao título, temos de fazer a lição de casa. Ganhar os jogos aqui (em São Paulo) e, no mínimo, buscar o empate lá fora. O Cruzeiro quer se reerguer, e uma possível vitória em cima de nós pode animá-los ainda mais. Como todo o respeito, temos de ir lá e buscar os três pontos”, disse. “Sabemos da capacidade do Cruzeiro, o time mudou muito e não está passando por um bom momento no Brasileiro, mas trata-se do último campeão brasileiro”, emendou.

Um dos principais destaques da equipe neste ano, o camisa 19 tem plena convicção de que o Palmeiras pode conquistar a taça desta edição do Nacional.

“A gente quer chegar ao título, isso é nítido, apesar de sabermos da realidade que passamos neste ano, com a reformulação de todo o elenco e da comissão técnica. Mas, como são chances reais que estamos vendo perto de nossas mãos, queremos chegar ao título, que é o único objetivo do grupo”, declarou.

Rafael Marques concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta quinta-feira (6). (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Rafael Marques concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta quinta-feira (6). (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Mesmo confiante, Rafael Marques lembrou um fato importante que pode prejudicar o Verdão no torneio: a lesão do amigo Gabriel.

“Ainda não caiu a ficha. A gente perde na parte da marcação, nós temos jogadores que marcam forte, mas não como o Gabriel. Tenho certeza de que o jogador que o Marcelo optar corresponderá também, mas lamentamos porque era um jogador que estava muito bem. É um amigo meu, lamento muito, mas isso sempre pode acontecer em nossa profissão. Temos de conversar bastante com ele, e estar sempre com ele para animá-lo. É uma contusão complicada, além de ele ser um garoto”, falou.

Porém, o atacante vê este acontecimento como uma motivação a mais para o elenco palestrino.

“O espírito de cada jogador é sempre para melhorar e correr mais para marcar. O futebol pede muito isso, que todos os jogadores se doem bastante. Com essa lesão do Gabriel, talvez a gente tenha de se doar mais. Apesar de não ter sido bacana o modo como foi, é uma motivação para nós até o final do ano. Sabemos que é difícil ele voltar até o final do ano, mas que a gente possa continuar fazendo um bom trabalho para comemorarmos juntos no final do ano e dar alegria para ele”, finalizou o palmeirense.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post