É dia 06!

Diego Garcia Barboza (@diegogarbar)
Redação Mídia Palmeirense

Faltam dois dias para o Derby que faz a cidade parar, acontecer. Após 19 rodadas, o reencontro das duas equipes ocorrerá neste domingo, dia 06, no sagrado território do antigo Palestra Itália, e agora novo Allianz Parque. Será a segunda vez que a nova arena receberá esse confronto histórico. Se na primeira vez o resultado não foi o esperado, demos o troco em dobro e nos redimimos nas duas vezes que os enfrentamos no Estádio de Itaquera. Lá, arrancamos uma vitória heroica nos pênaltis, que nos levou a final do Paulista, com direito a duas defesas de Fernando Prass (que lembrou São Marcos nas quartas de final da Libertadores de 1999, defendendo as cobranças de Vampeta e a de Dinei – que foi para fora). Essa eliminação, teve um efeito avassalador sobre o nosso rival, que sentiu o baque da perda do clássico e desmoronou logo em seguida na Copa Libertadores, para um time sem tradição no cenário Sul-Americano.

O segundo embate aconteceu não depois de muito tempo, já pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, no final de maio. Naquela ocasião, o Verdão passava por um momento de irregularidade e futebol instável na competição, e já não conquistava uma vitória a 5 jogos; com derrota para o Santos, empate com o Atlético-MG em casa, empate com Joinville, derrota para o Goiás em casa e um empate contra o ASA também em casa. Um início de crise e desconfiança se instaurava na Academia de Futebol, quando a salvação parecia ser apenas uma: vitória no Derby fora de casa, para afastar tudo o que estava dando de errado e voltar para os trilhos.

A dificuldade da missão era grande, mas a confiança de que OS NOSSOS poderiam voltar com o triunfo, era enorme. Não só por parte da torcida, que fazia questão de relembrar a eliminação nas semis, mas também por parte dos jogadores, que tinham em sua memória com exatidão, o que haviam feito pouco tempo antes em um jogo eletrizante no mesmo local. No lado do rival, a história parecia estar bem viva em suas memórias, com a eliminação, o choro e a tristeza da eliminação em casa para o seu maior rival. A partida não poderia ser diferente: o Palmeiras jogou à vontade, como se estivesse em casa, controlou o adversário com frieza e fechou o marcador logo antes do intervalo. 2×0 e o rival aniquilado em sua própria casa mais uma vez. O jogo parecia uma continuidade do que havia acontecido depois da eliminação nos pênaltis. O adversário ainda parecia estar em estado de choque por aquele dia e isso se refletiu em campo.

Veja o pós-jogo daquele confronto

O Palmeiras mostrou força e maturidade extraordinária em mais um jogo importante. Assim como fez em tantos outros confrontos históricos e clássicos durante esse ano. Em 2015 vemos como uma das principais características desse time, o brio em momentos de grande responsabilidade. Se há anos a torcida alviverde sofria após os clássicos perdidos, nesse ano ela retomou o orgulho, ao ver o seu Palmeiras fazer frente e derrotar os seus rivais (sem muitas vezes nem tomar conhecimento deles). Goleamos o SPFC duas vezes, ganhamos do SFC outras duas. No Campeonato Brasileiro, podemos dizer que somos os vencedores do RIO-SP dentro da competição, pois vencemos todos os times cariocas e paulistas no 1º turno.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Infelizmente, o que nos separa do topo da tabela nesse campeonato, é a incapacidade do time se impor contra adversários que estão muito abaixo tecnicamente. Os nossos tropeços foram exatamente contra aqueles que estão na briga para se manter na elite do futebol em 2016. Contra os times de peso, que estão brigando por algum objetivo maior, o nosso retrospecto é extremamente favorável. Fizemos frente contra todos eles.

Aonde queremos chegar com essa matéria?

Queremos mostrar aos nossos jogadores que a possibilidade de um “recomeço” no Campeonato, está logo aí, no domingo. O time está na 6ª colocação, na briga pelo G-4, mas sabemos que esse elenco pode muito mais. Os últimos tropeços e irregularidades da equipe, acabaram nos deixando distante do nosso principal objetivo no ano: o título. Mas no caso de um triunfo no confronto do dia 06, o caminho da regularidade e da confiança pode ser retomado. Os efeitos de uma vitória nesse Derby são grandiosos. E isso significa que uma nova derrota do SCCP para o Verdão, pode ter efeitos muito negativos para o nosso rival e atrapalhá-los nessa corrida. Cabe ao Palmeiras, mais uma vez, ser a pedra no sapato deles. Nós temos essa responsabilidade e não podemos nos eximir.

Mais de 31 mil ingressos já foram vendidos para esse jogo e isso mostra o peso dessa partida. A torcida tem confiança em seus jogadores e irá para apoiar o time os 90 minutos. Queremos essa vitória a qualquer custo. Independente das posições na tabela, eles devem nos temer. Queremos que Rafael Marques mostre que é o Rei dos Clássicos, que o menino Gabriel Jesus jogue com toda a sua alegria e faça o seu 1º gol no Derby, que Zé Roberto mostre toda a sua categoria, que Dudu imprima o seu ritmo e dê mais uma assistência e que Fernando Prass seja abençoado por São Marcos mais uma vez!

 

VAMOS PALMEIRAS!!!!! VAMOS PALESTRA!!!!!!

SAUDAÇÕES ALVIVERDES!!!

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post