Erros de arbitragem e oportunidade perdidas, Palmeiras tropeça em Goiás

Com o resultado, o Verdão deixou o G-4, mas segue na briga por uma vaga entre os quatro melhores da competição

Jogando fora de casa, o Palmeiras foi derrotado pelo Goiás no estádio Serra Dourada na noite desta quarta-feira (2), em partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, pelo placar de 1 a 0.

Após um início de partida equilibrado, a primeira boa oportunidade foi da equipe goiana. Aos três minutos, Zé Love arriscou de fora da área e a bola passou com perigo à esquerda do gol de Fernando Prass.

Com a partida bastante disputada no meio de campo, os times passaram a cometer faltas mais duras. Aos oito, Alex Alves deu uma forte entrada em João Pedro e recebeu o primeiro cartão amarelo. No lance seguinte, foi a vez de Gabriel Jesus matar contra-ataque do Goiás e ser advertido pelo gaúcho Leandro Vuaden.

Apesar de muita intensidade e movimentação, o duelo seguiu sem maiores chances de gols e com as marcações levando a melhor sobre os atacantes. Apenas aos 23, Dudu resolveu testar o arqueiro Renan. O camisa 7 recebeu pela esquerda, cortou para a perna direita e bateu, para boa defesa do goleiro goiano.

Mais animado no jogo, o Verdão partiu para cima e, um minuto depois, Gabriel Jesus recebeu entre os zagueiros adversários, deu um belo lençol e bateu de primeira, mas a bola passou por cima do travessão, levantando a torcida palestrina no Serra Dourada.

Aos 32, após cobrança de escanteio, Zé Love ganhou da zaga palmeirense e conseguiu o cabecear da entrada da pequena área. Bem colocado, Prass encaixou a bola.

Dois minutos mais tarde, Robinho cobrou falta para Amaral, que raspou de cabeça e deixou Barrios livre para marcar o primeiro do Verdão. O assistente Marcelo Barison, no entanto, marcou impedimento inexistente na jogada, uma vez que o atacante paraguaio tinha apenas um braço à frente da linha do último defensor.

Com a partida mais aberta, o Goiás também se lançou ao ataque. Aos 39, Zé Love recebeu de costas para a marcação, girou em cima de Vitor Hugo e chutou, exigindo ótima intervenção de Fernando Prass.

O Palmeiras não demorou a dar a resposta. Aos 42, Dudu enfiou a bola para Gabriel Jesus, que driblou o goleiro e foi travado pela zaga esmeraldina. No lance seguinte, nova chance para o Verdão: Thiago Santos fez o corta-luz dentro da área, e Barrios chutou travado, mas o impedimento, novamente inexistente, foi assinalado. Na sequencia do lance o camisa 2 do time goiano bloqueou o chute do atacante alviverde com a mão dentro da área.

Com erros em dois lances capitais, arbitragem interferiu no resultado em Goiânia-GO, (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Com erros em dois lances capitais, arbitragem interferiu no resultado em Goiânia-GO, (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Logo aos dois minutos da segunda etapa, Fred cobrou falta de longe, e a bola explodiu no travessão. No rebote, ela foi disputada na grande área e Zé Love chutou pela linha de fundo.

Aos oito, o Palmeiras partiu para o ataque e Dudu deu ótimo passe para Barrios, que ficou frente a frente com Renan, mas bateu em cima do goleiro do Goiás.

O time goiano deu o troco aos 12. Após falta cruzada para a grande área, Zé Love apareceu com liberdade e cabeceou no canto, mas Prass caiu e segurou firme.

Aos 15, depois de bola chutada para frente, Gabriel Jesus ganhou do zagueiro, levou para a linha de fundo, cortou o defensor e rolou para Robinho, que chegou batendo de primeira por cima da meta.

Três minutos depois, Bruno Henrique recebeu a bola na esquerda do ataque esmeraldino, fez o drible em cima de João Pedro e bateu colocado para o fundo das redes, abrindo o marcador. (Goiás 1×0 Palmeiras)

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Buscando mudar o panorama da partida, Marcelo Oliveira trocou Lucas Barrios por Alecsandro e Thiago Santos por Rafael Marques, para tentar deixar a equipe mais ofensiva. E aos 21 minutos, o camisa 19 ficou com a sobra no bico da pequena área e chutou em cima de Renan.

Aos 29, após deixada de Zé Love, Gimenez dividiu com Fernando Prass e a bola entraria, não fosse João Pedro, que apareceu para fazer um corte providencial, praticamente em cima da linha de gol, salvando o Palmeiras.

Com maior posse de bola, o Verdão passou a empurrar o Goiás para o campo defensivo, mas esbarrou na forte marcação da equipe mandante e não conseguiu alterar o placar.

O Palmeiras volta a campo no domingo (6), às 16h, em clássico contra o Corinthians no Allianz Parque. Na próxima quarta-feira (9), às 19h30, será a vez de enfrentar o Internacional no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Escalação: Fernando Prass; João Pedro, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio (João Paulo); Amaral, Thiago Santos (Rafael Marques) e Robinho; Gabriel Jesus, Dudu e Lucas Barrios (Alecsandro).

Cartões amarelos: Gabriel Jesus, Victor Ramos, Vitor Hugo

Gols

Goiás: Bruno Henrique (18’ – 2º tempo)

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post