Marcelo Oliveira ‘esquece’ Copa do Brasil e mira volta ao G-4

Comandante sabe que a classificação para a final da Copa do Brasil não pode fazer com que o Palmeiras “relaxe” na reta final do Campeonato Brasileiro

A carreira do técnico Marcelo Oliveira é recheada de títulos e decisões importantes. Neste domingo (01), às 17h, diante do Santos, na Vila Belmiro, o Verdão, inclusive, terá uma prévia da grande decisão da Copa do Brasil, sendo que um triunfo pode recolocar o clube no G-4 do Brasileirão, dependendo dos outros resultados da rodada.

“Temos de esquecer um pouco da Copa do Brasil. Temos um prazo bom para os jogos finais, e ficamos satisfeitos com a classificação e a possibilidade de disputar o título. Agora temos de retomar o Brasileiro com tudo e jogar um jogo importante como todos são, mas que tem um caráter diferente porque é um concorrente direto. Temos de jogar bem e buscar a vitória. Ainda temos de conversar com os jogadores com relação ao último jogo que foi desgastante, mas iremos com o máximo que pudermos”, contou.

Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol na tarde desta sexta-feira (30). (Mídia Palmeirense)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol na tarde desta sexta-feira (30). (Mídia Palmeirense)

Precavido, o palmeirense conhece bem as principais qualidades do rival.

“Montaremos uma estratégia para o jogo, o Santos está à frente e é importante que a gente tente a vitória, mas com devidos cuidados porque em algum momento o Santos também atrai o adversário e arranca muito forte para o contra-ataque. O jogo terá uma história própria e poderá ter um resultado totalmente diferente da final”, comentou, negando que este confronto influenciará na disputa do título da outra competição.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

“Todos os jogos têm sua história, e a gente tem de jogar um jogo forte e não pensar tanto. Uma vitória não irá nos credenciar a ganhar a Copa do Brasil, e nem uma derrota nos tirará a chance de vencê-la. Temos de marcar bem o Santos porque eles são rápidos, mas impor o nosso jogo também. Temos de estar bem firmes, atentos e com precaução porque jogaremos contra um time muito rápido”, falou. “Como time, o Santos está mais bem encaixado do que o Palmeiras, mas, com a disposição e o potencial que o Palmeiras tem, as coisas podem equilibrar bastante”, emendou.

Já sobre a expectativa com a finalíssima, Marcelo Oliveira foi precavido.

“Depois do jogo (contra o Fluminense), falamos que tínhamos de comemorar pela entrega e sacrifício, mas, a partir do próximo dia, já teríamos de pensar nos próximos jogos. Temos de ter uma ambição constante, não só atingir o objetivo e se sentir aliviado, isso não existe em um clube grande como o Palmeiras. Acredito que este discurso permanecerá em nosso ambiente para nos empenharmos mais nos próximos jogos”, afirmou o técnico, valorizando a trajetória alviverde nas últimas semanas.

“Superar equipes importantes melhora o aspecto emocional, mas não pode ser só isso. Além disso, temos de nos fortalecer taticamente e tecnicamente, e, para que isso aconteça, contamos com a volta de alguns jogadores. O Robinho, por exemplo, acrescentou muito no jogo contra o Fluminense. O futebol é assim, às vezes você tira dois jogadores do time e a produção cai muito. Mas, por mais que tenha havido oscilação neste período, nós estamos na final da Copa do Brasil e disputando o G-4, e em alguns momentos jogamos muito bem. E, se jogamos bem, temos de padronizar isso”, finalizou o comandante.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post