Palmeiras bate Flu nos pênaltis e está na final da Copa do Brasil!

Após partida emocionante e vitória por 2 a 1 no tempo regulamentar, o Verdão bateu o Fluminense nos pênaltis por 4 a 1 e garantiu a classificação

Foi sofrido, foi dramático, foi difícil, mas o Palmeiras está na grande final da Copa do Brasil. O Verdão chega à sua quarta final de Copa do Brasil e busca o tricampeonato no torneio, vencido em 1998 e 2012. O adversário será o Santos, que eliminou o São Paulo, na outra semifinal.

Fernando Prass foi decisivo durante os 90 minutos e nos pênaltis para a classificação do Verdão no Allianz Parque. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Fernando Prass foi decisivo durante os 90 minutos e nos pênaltis para a classificação do Verdão no Allianz Parque. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

O jogo

Com o apoio da torcida desde o início e precisando reverter o resultado da partida de ida, o Verdão começou apertando o adversário, inclusive no campo de ataque.

A primeira oportunidade saiu dos pés de Robinho, que, aos oito minutos, recebeu ótimo passe de Dudu pela esquerda e bateu para o gol, mas Diego Cavalieri saiu e fez grande defesa. Três minutos depois o Flu respondeu: após falta cobrada na área, Marlon cabeceou por cobertura e obrigou Fernando Prass a salvar.

Mais vibrante e atento na partida, o Verdão atacava o Fluminense, mas esbarrava na forte marcação tricolor. Aos 13 minutos, no entanto, a defesa carioca bobeou e a bola sobrou na linha de fundo para Robinho, que levantou a cabeça e cruzou para Lucas Barrios, na boca do gol, abrir o marcador. (Palmeiras 1×0 Fluminense)

Animado com o tento, a equipe palestrina seguiu ofensiva. Logo no lance seguinte, Gabriel Jesus foi lançado na grande área e derrubado por Wellington Silva. Pênalti para o Palmeiras, marcado pelo árbitro Anderson Daronco.

Na cobrança, Zé Roberto bateu e Cavalieri fez espalmou. No rebote, Barrios chegou antes da zaga do Flu e estufou as redes, ampliando a vantagem do Verdão no Allianz Parque.(Palmeiras 2×0 Fluminense)

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Desarticulado depois dos gols alviverdes, o Fluminense só conseguiu atacar novamente aos 28 minutos, quando Gustavo Scarpa fez boa jogada pela esquerda e bateu firme, mas Prass fez grande intervenção. Na sobra, Vinícius pegou mal e mandou pela linha de fundo.

Aos 36, Vinícius bateu falta pelo lado direito e Cícero subiu na segunda trave, tocando de cabeça e levando perigo ao gol palmeirense.

No último lance da primeira etapa, aos 47 minutos, Dudu deu lindo toque de letra para Matheus Sales, que chegou cruzando para Lucas Barrios, mas o atacante não alcançou a bola e perdeu a chance de marcar seu terceiro gol na partida.

Na segunda etapa, o Verdão voltou administrando sua vantagem, apostando nos lançamentos e saídas rápidas para o ataque. Aos seis minutos, a bola foi esticada para Dudu na entrada da área, o camisa 7 disputou com Marlon, ganhou a jogada e bateu firme à direita do gol tricolor.

Aos 11, após saída de gol de Cavalieri, a bola sobrou para Robinho, que bateu por cobertura da intermediária, mas a tentativa passou por cima da meta.

O Fluminense tinha maior posse de bola durante o segundo tempo, mas não conseguia passar pela marcação bem armada do Palmeiras e, apesar do domínio do jogo, não assustava Fernando Prass. À esta altura, Marcelo Oliveira já havia promovido uma atleração no Verdão: a saída de Robinho para a entrada de Rafael Marques.

A chance do Flu surgiu aos 25, quando Gerson recebeu passe pela direita e cruzou para Fred, que tocou de cabeça e diminuiu para o time visitante. (Palmeiras 2×1 Fluminense)

Com o gol sofrido, Oliveira resolveu modificar novamente a equipe alviverde promovendo as entradas dos argentinos Allione e Cristaldo, nas vagas de Gabriel Jesus e Lucas Barrios, respectivamente.

Aos 37, os cariocas chegaram novamente com Gerson, que recebeu a bola no campo de ataque e tentou o tiro de longe. Prass se esticou completamente e espalmou, evitando o gol no canto direito.

Com a proximidade da disputa de pênaltis, a tensão no Allianz Parque aumentava e os passes errados amarravam o fim do tempo regulamentar.

Ainda com esperança do gol da classificação, aos 44, o Palmeiras bateu falta com Allione, Rafael Marques desviou e Dudu chegou para completar para o gol. O camisa 7, entretanto, estava em condição irregular e o gol foi anulado.

Quando tudo parecia definido, o Fluminense ainda teve uma grande chance aos 48: Osvaldo recebeu na linha de fundo e cruzou para trás, a bola passou por diversos jogadores e sobrou para Fred, que, na cara do gol, finalizou, obrigando Fernando Prass a fazer um milagre e levar definitivamente a partida para as penalidades.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Disputa por pênaltis

Rafael Marques abriu a série de penalidades com categoria e marcou o primeiro. Jean também mostrou tranquilidade e anotou para o Fluminense. Na sequência, foi a vez de Jackson anotar para o Verdão. Na cobrança do Flu, G. Scarpa bateu e Fernando Prass, mais uma vez heroico na partida, defendeu.

O terceiro pênalti do time palmeirense foi batido com categoria pelo argentino Cristaldo e, quando Gum isolou a cobrança seguinte, a torcida presente no Allianz Parque viu a vaga na final muito mais perto.

A batida derradeira foi de Allione. O argentino não sentiu a pressão, colocou nas redes e classificou o Verdão à grande decisão na Copa do Brasil.

O adversário na final do torneio nacional será o Santos, que eliminou o São Paulo na outra semifinal. Os jogos acontecerão nos dias 25 de novembro e 2 de dezembro. Os mandos serão definidos pela CBF nesta quinta-feira (29).

O próximo jogo do Palmeiras é justamente contra a equipe alvinegra, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro, no domingo (1º), às 16h.

Escalação: Fernando Prass; Lucas, Jackson, Vitor Hugo e Zé Roberto; Amaral, Matheus Sales e Robinho (Rafael Marques); Dudu, Gabriel Jesus (Allione) e Lucas Barrios (Cristaldo).

Cartões amarelos: Jackson

Gols

Palmeiras: Lucas Barrios (13’ e 17’ – 1º tempo)

Fluminense: Fred (25’ – 2º tempo)

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post