Sem ‘peso da camisa’, Thiago Santos celebra bom momento no Verdão

Com a lesão de Gabriel, o camisa 35 chegou ao Verdão com a missão de ser um dos principais protetores da defesa palestrina, e vem cumprindo muito bem este papel

Tímido para dar entrevistas, o volante Thiago Santos se transforma quando o assunto é jogar futebol. Após boas atuações, o atleta espera por novas chances entre os 11 iniciais do técnico Marcelo Oliveira.

“Eu sabia da responsabilidade que era substituir o Gabriel, pois ele vinha jogando muito bem. Eu fiquei um pouco apreensivo para jogar a primeira partida, e, graças a Deus, deu tudo certo. A camisa não pesou e é uma honra atuar em um clube como o Palmeiras. Agora tenho de trabalhar porque não adianta estar bem em um jogo e mal no outro”, declarou.

Thiago Santos estará de volta a equipe diante da Ponte Preta. (Mídia Palmeirense)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Thiago Santos estará de volta a equipe diante da Ponte Preta. (Mídia Palmeirense)

O palmeirense, inclusive, não vê problemas em ganhar apelidos por causa de sua postura dentro das quatro linhas.

“Sempre fui bastante voluntarioso e quero ajudar a equipe, então tanto faz ser o cão de guarda ou o ladrão de bolas (risos). Para mim está bom”, falou. “Sempre fui volante, e essa posição nem aparece tanto, mas para o time é muito importante. É uma posição que dá sustentação para o meio e que faz de tudo para a bola não chegar à defesa. Quero ajudar a equipe neste quesito, e, graças a Deus, eu estou conseguindo fazer bem”, emendou.

A rápida ascensão na carreira, porém, não ilude o jogador de 26 anos.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

“Sempre trabalhei para chegar aonde eu estou hoje. Claro que, para mim, aconteceu tudo de repente. Eu estava disputando a Série B e agora estou no Palmeiras. Há pouco tempo, eu estava jogando a Série D por um time desconhecido. Trabalhar valeu a pena, e agradeço a Deus todos os dias por estar aqui”, declarou o volante, que ainda não se acostumou com o número de jornalistas presentes nos jogos e treinos do Palmeiras.

“Sou bastante tímido, não gosto muito de dar entrevistas. Agora estou um pouco mais nervoso, ainda mais quando tem bastante gente”, contou. “Eu imaginava que seria assim, até porque, no último clube em que eu estava, eram quatro jornalistas no máximo, tudo rapidinho e já estava liberado. Mas tranquilo, é bacana trabalhar e ter bastante gente da imprensa. É time grande, não tem como, mas estou lidando bem”, completou.

O reconhecimento dos torcedores do Verdão também é motivo de satisfação para Thiago Santos.

“Agora estão me reconhecendo bem, principalmente no shopping e nas ruas, locais aonde eu vou mais. Todo mundo sempre pede para tira foto, e é sempre legal ser reconhecido”, finalizou o palmeirense.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post