Arouca exalta recuperação rápida e mira título: ‘Este grupo merece’

A poucos dias do primeiro jogo da final da Copa do Brasil, o volante Arouca vive a expectativa de retornar a um jogo decisivo com a camisa do Verdão

Após ficar um período lesionado, o camisa 5 retornou aos gramados no duelo com o Atlético-PR, no último dia 18, em Curitiba-PR, e foi titular novamente no confronto seguinte com o Cruzeiro, no sábado (21), no Allianz Parque. Agora, recuperado, o atleta celebra o retorno ao time.

“Me assustou um pouco, afinal eu tive uma lesão parecida com a do Campeonato Paulista. É uma lesão chata, e até rara para o futebol. Alguns especialistas diziam que eu nem voltaria a jogar mais neste ano. Graças ao departamento médico e à fisioterapia do clube, eu pude voltar em um mês e meio. Normalmente é uma lesão grave, com volta estimada em três meses”, contou. “Fico feliz de estar recuperado, estou à disposição e eu consegui jogar os 90 minutos do último jogo. Iniciando ou não contra o Santos, eu espero ajudar”, emendou.

Após o treino, o volante Arouca concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Após o treino, o volante Arouca concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Ex-jogador do rival santista, o palmeirense espera também ajudar a equipe palestrina com informações importantes sobre o adversário.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

“Eu posso acrescentar algumas coisas porque joguei muito tempo lá. Alguns jogadores são diferentes da minha época, mas a nossa preocupação maior é fazer o Palmeiras render muito bem nestas decisões. Não podemos nos preocupar com o Santos, mas com o nosso rendimento. Temos de marcar forte e não relaxar porque estamos próximos de um título”, afirmou o jogador, que conhece bem o estádio da Vila Belmiro, local do primeiro embate entre os dois clubes, nesta quarta (25).

“É difícil jogar lá, mas essa dificuldade faz com que o Palmeiras tenha de evoluir. Com isso, o Palmeiras irá forte, pois é uma decisão de 180 minutos. Lógico que o primeiro jogo é importante, mas não se decidirá no primeiro”, disse. “A final está aberta. São dois times de tradição, os dois maiores campeões nacionais, e os dois querendo o título para ir à Copa Libertadores. Nos esforçaremos ao máximo para conquistar este título”, completou.

Por fim, Arouca ressaltou a importância desta taça para os jogadores do Verdão.

“Este grupo merece ser campeão. É difícil montar um elenco de 25 contratações e chegar a duas finais em um ano. É um elenco que trabalha forte e se dedica ao máximo. É a última oportunidade de chegar à Libertadores e conquistar um título no ano. Só entra para a história quem conquista, e nós queremos conquistar. Podendo entrar para a história, tem de ser 110, 120% de esforço. É uma oportunidade única, e todos os jogadores estão cientes disso”, afirmou o volante, elogiando a temporada palmeirense.

“Quando nós chegamos ao Palmeiras, a nossa meta era recuperar a confiança do torcedor, e acho que conseguimos isso. No Paulista, nós perdemos por detalhes. No Brasileiro ficou praticamente impossível o G-4, e temos a última oportunidade na Copa do Brasil. Temos de fechar o ano com chave de outro. A torcida merece pelo o que fez durante o ano todo, então faremos pelos torcedores e por nós também”, finalizou.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post