Focado por G-4, Oliveira pede ‘resposta’ no Brasileiro: ‘É o momento’

A dois dias de voltar a campo pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Marcelo Oliveira tem um único pensamento: vencer o Vasco dentro do Allianz Parque

Focado pelo retorno da equipe ao G-4 do torneio nacional, o comandante, porém, sabe que terá uma complicada missão diante dos cariocas neste domingo (08), às 17h, principalmente pela necessidade de vitória do rival.

“É o sonho e o objetivo do Palmeiras disputar as duas competições com condições de atingir algo importante. A vaga na Libertadores pelo Campeonato Brasileiro é possível, e ainda temos a final contra o Santos (pela Copa do Brasil), que nos dá essa condição também. Jogaremos três partidas em casa pelo Brasileiro, então temos de fazer muito bem feito o papel de mandante, buscar a pontuação e, se possível, jogar bem”, disse o treinador, reconhecendo a importância de um triunfo alviverde neste fim de semana.

Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta (06) na Academia de Futebol. (Mídia Palmeirense)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta (06) na Academia de Futebol. (Mídia Palmeirense)

“Temos de usar o próximo jogo como o mais importante, pois uma vitória irá nos fortalecer e nos dar uma oportunidade de jogar com mais estabilidade. Esse é o momento, daqui a pouco acabará o campeonato. Precisamos dar uma resposta, e nós estamos bem concentrados para estes cinco jogos finais”, falou. “Não passa pela nossa cabeça não vencer o jogo porque senão nos distanciaremos muito e a nossa situação ficará mais difícil”, emendou.

Marcelo Oliveira, contudo, negou que o clube paulista seja favorito diante do Vasco.

“Não dá para pensar em favoritismo. O Palmeiras precisa dar uma resposta boa em casa, afinal perdemos alguns jogos em casa porque o adversário se fecha muito. Será um jogo mais aberto, pois o Palmeiras sempre vai para cima em casa, empurrado pela torcida, e para o Vasco não interessa o empate. Deve ser um jogo mais aberto, e espero que estejamos muito bem e equilibrados para buscar o resultado”, comentou.

E o palmeirense prefere não fazer contas nesta reta final do Brasileirão.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

“Os resultados têm oscilado no futebol brasileiro. Os jogos são muito difíceis e temos de tentar fazer a nossa parte. A conta é fazer o próximo jogo como decisivo e o mais importante, e sabemos que, de cinco jogos, temos três em casa. Faremos a pontuação para buscar a vaga pelo Brasileiro”, explicou o técnico, que aprovou o maior tempo de treinos entre os jogos de novembro.

“Pensamos sempre no Brasileiro porque temos a possibilidade de buscar a vaga, e a questão do Santos fica para a frente. Recentemente, nós tivemos 17 partidas de quarta e domingo. São muitos jogos em um tempo curto, e usaremos esse período para dar uma descansada e tirar o jogador do ambiente de trabalho por pelo menos dois dias para voltar com tudo e trabalhar situações que não vínhamos trabalhando, como repetir jogadas com um tempo maior. Este período vem em um bom momento”, finalizou.

Homenagem do Avanti

Antes do técnico Marcelo Oliveira falar com os jornalistas nesta sexta, na Academia de Futebol, o presidente Paulo Nobre fez uma breve homenagem ao milésimo torcedor agraciado com os benefícios do Avanti por meio do Clube de Vantagens. O associado João Marcos Russo Ferreira, 27 anos e adepto do plano Ouro, recebeu das mãos do mandatário uma camisa personalizada com o número 1000 e ainda viveu a emoção de acompanhar de perto a entrevista coletiva do comandante palestrino.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post