Nobre repudia arbitragem e enaltece grupo: ‘Não chegamos aqui à toa’

Após o fim do jogo, o presidente do Verdão, Paulo Nobre, lamentou a atuação do quinteto de arbitragem na primeira partida das finais do torneio

Em duelo truncado e quente, o Palmeiras não evitou o revés e, na Vila Belmiro, viu o Santos abrir 1 a 0 na decisão pelo título da Copa do Brasil 2015

“Quero deixar claro que o Santos mereceu a vitória, mas que o Palmeiras teve lances não marcados que poderiam mudar a história do jogo. Não acredito em alguns fatores, mas creio em falta de critérios e de experiência”, falou o mandatário, referindo-se ao pênalti não marcado no atacante Lucas Barrios.

'Não chegamos aqui à toa', disse o presidente Paulo Nobre após a partida contra o Santos. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

‘Não chegamos aqui à toa’, disse o presidente Paulo Nobre após a partida contra o Santos. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

“O meu objetivo principal aqui é de não comentar sobre a arbitragem. O Palmeiras não discorre sobre o assunto em público. Achamos mais efetivo fazer um DVD com os lances mais duvidosos e passar por escrito as reclamações à comissão de arbitragem. Não será diferente desta vez”, completou o mandatário.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Otimista, o presidente reforçou as palavras de Marcelo Oliveira e avaliou as condições palmeirenses para a conquista de resultados expressivos.

“O Palmeiras está em sua segunda final de campeonato no ano. Não chegamos aqui à toa. Estamos mais vivos do que nunca e temos totais condições de faturar o título no Allianz Parque”, finalizou Nobre.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post