Zé ressalta importância de retiro em Atibaia e avisa: ‘Foco total’

Zé Roberto reforçou a importância dos dias longe de São Paulo, para a busca de grandes feitos em 2015, tanto no Campeonato Brasileiro quanto na Copa do Brasil

Depois de treinar na Academia de Futebol na tarde de quinta-feira (12), o elenco do Palmeiras seguiu para a cidade de Atibaia, no interior paulista, onde ficará concentrado até a próxima terça-feira (17), visando um melhor rendimento na reta final desta temporada.

“Faz muita diferença no sentido de trabalho. Por ser um hotel como este, te dá a possibilidade de fazer treinamentos em dois períodos e não tem o fim de semana livre. A gente trabalha muito forte, e estar em um ambiente deste agrega muito na coletividade, afinal você fica mais próximo do companheiro e troca ideias. É diferente do centro de treinamento, que você tem de ir embora logo para não pegar trânsito, por exemplo. Este período que ficaremos aqui somará muita coisa para o término do ano”, comentou.

'Este período que ficaremos aqui somará muita coisa para o término do ano', disse Zé Roberto em entrevista coletiva. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

‘Este período que ficaremos aqui somará muita coisa para o término do ano’, disse Zé Roberto em entrevista coletiva. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

O camisa 11 acredita que o retiro em Atibaia pode ser um divisor de águas no andamento do clube neste ano.

“Temos quatro jogos do Brasileiro e mais dois da final da Copa do Brasil, então o foco total é para estes

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

jogos. Antes destas partidas, porém, temos de melhorar algumas coisas que fizemos e não tivemos um bom rendimento nos outros jogos. Será fundamental este período de treinamentos em Atibaia”, falou o atleta, que reconheceu as más apresentações do time nas últimas rodadas do Nacional.

“A gente sempre busca uma justificativa e uma resposta, mas infelizmente não encontramos. Nós temos de errar o mínimo possível porque o erro te leva ao tropeço. E o jogo contra o Vasco, que era fundamental, pois estávamos jogando em casa, serve como exemplo. O Brasileiro é muito equilibrado e muitas vezes não te dá tantas possibilidades. A conversa existe todos os dias nos treinos, mas mais no sentido de procurar fazer no próximo jogo o que não aconteceu no anterior”, contou.

O jogador, no entanto, confia muito na qualidade do grupo palestrino.

“O momento que estamos vivendo é traduzido em uma frase que eu gosto muito de citar, que serve bem para a nossa situação. A frase é: ‘Aquilo que não nos mata, nos fortalece’. Se não morremos com tudo o que estão falando, nós estamos fortalecidos e focados para o que a gente quer. O nosso ano está sendo muito bom em comparação aos outros anos. Estamos brigando e não jogamos a toalha para conseguir chegar ao G-4. E também estamos na final da Copa do Brasil, eliminando equipes fortes como Cruzeiro, Internacional e Fluminense. Não é qualquer um que chega à final depois de eliminar equipes como estas”, concluiu o palmeirense.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post