Jogadores comentam expectativa antes da estreia na Copa São Paulo

A estreia do Verdão será no domingo (3), às 17h, contra o Sampaio Corrêa, no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos-SP

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Capitão da equipe Sub-20 do Palmeiras, que disputa em janeiro a Copa São Paulo, o zagueiro Augusto terminou a temporada de 2015 treinando junto ao time Profissional. Relacionado para as duas últimas rodadas do Brasileirão ao lado de atletas experientes, ele espera levar esse aprendizado em busca do título inédito da Copinha.

“Tivemos uma evolução ao longo do ano, formamos uma equipe nova e forte. Vejo como algo bom para nós, podemos chegar na Copinha mais experientes. Nos motiva muito a possibilidade de sermos campeões. É difícil, mas tivemos agora uma experiência difícil também na Copa RS, em Porto Alegre, e estamos preparados”, afirmou o zagueiro, lembrando o torneio no qual o time foi até a semifinal.

“Não encaramos como uma pressão (a fato de o clube nunca ter vencido a Copa São Paulo). O Palmeiras é grande, como o Zé Roberto disse, e é um peso bom. Se formos campeões podemos fazer história em um time do tamanho do Palmeiras”, completou Augusto.

'Se formos campeões podemos fazer história', disse o zagueiro Augusto em entrevista coletiva. (Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

‘Se formos campeões podemos fazer história’, disse o zagueiro Augusto em entrevista coletiva. (Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação)

O goleiro Daniel Fuzato também realizou diversos intercâmbios com o time Profissional em 2015. Sediado em São José dos Campos na primeira fase, o Verdão enfrenta ainda o Estanciano e o São José dos Campos FC, além do Sampaio Corrêa. Em 2003, o clube também passou iniciou o torneio na cidade e chegou até a decisão, terminando com o vice-campeonato pela última vez.

“A oportunidade que tive de estar no dia a dia do Profissional, com grandes goleiros, me traz tranquilidade. Também me mostrou o tamanho do Palmeiras, da responsabilidade que temos e da honra que é vestir essa camisa. Fui muito bem acolhido, como uma família, e observei bastante eles durante os treinos. Nossa equipe é jovem, mas vamos fortes na Copa São Paulo. A maior motivação que podemos ter é de fazer história em um clube como o Palmeiras”, disse Daniel Fuzato.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post