Arouca brinca com jejum de gols e mira sua 4ª taça do Paulista

Tricampeão e com seis finais seguidas no torneio (cinco pelo Santos e uma pelo Palmeiras), o volante Arouca, porém, não quer parar por aí.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Aos 29 anos de idade, o camisa 5 já pode se sentir realizado pelos títulos obtidos na carreira. Com diversas conquistas ao longo de sua trajetória no esporte, o jogador possui um retrospecto interessante em um dos principais campeonatos do futebol brasileiro: o Campeonato Paulista. Vice-campeão com o Verdão em 2015, o palestrino sonha com outra taça da competição nesta temporada.

“Tenho a expectativa de chegar à final e vencer, ainda mais em um Campeonato Paulista, que é o Estadual mais difícil que existe no Brasil. Tenho três títulos e cheguei a seis finais consecutivas. Espero chegar de novo e vencer, pois no ano passado bateu na trave”, comentou. “Não tem uma receita exata (para ser campeão paulista), mas é bom demais ganhar. Espero continuar ganhando aqui no Palmeiras”, completou o atleta.

E, com tantos companheiros qualificados no grupo, Arouca sabe que o Alviverde possui boas chances de levantar o caneco em 2016.

“O Palmeiras está com um elenco muito forte. Já tinha no ano passado, mas se fortaleceu ainda mais neste ano. Mas o negócio é dentro de campo, temos de provar isso jogando”, afirmou o volante, reconhecendo a disputa em alto nível entre os jogadores de sua posição.

Volante Arouca concedeu entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (28). (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Volante Arouca concedeu entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (28). (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

“Eu sempre me cobro bastante, procuro treinar firme e me esforçando ao máximo. E, com o elenco que o Palmeiras tem, não será diferente. Tenho de continuar com esse pensamento, sou um jogador que vou ao meu limite nos treinos e nos jogos. Sei que tenho de estar bem porque temos jogadores de alto nível que podem entrar e dar conta do recado. Isso só fortalece o elenco e ajuda o Palmeiras a ganhar títulos”, explicou.

Sem balançar as redes adversárias desde que desembarcou no Palestra Italia, o palmeirense brincou com a falta de gols com a camisa do Verdão.

“Tenho muita saudade (risos). A minha filha já está me cobrando, tenho de fazer um porque o meu filho nascerá logo mais e preciso homenageá-lo. Ele está para nascer no mês que vem. Não me preocupo muito com isso, mas é sempre bom marcar e ajudar a equipe a vencer”, disse. “(O elenco) brinca um pouco de leve, mas lógico que sempre respeitando. É importante que isso fica só fora do campo porque, em campo, eles sabem que eu me doo ao máximo em prol da equipe”, emendou.

Por fim, Arouca rebateu os comentários feitos sobre o Departamento Médico verde e branco, principalmente após a lesão do zagueiro Edu Dracena.

“As críticas são injustas, eu fui exemplo no ano passado. Tive duas lesões bem sérias, que a previsão era de três meses fora, e eu voltei em um mês. Aqui tem os melhores profissionais do ramo, as melhores tecnologias e aparelhos, e todos têm feito de tudo para que não aconteçam as lesões. Mas não tem como cravar, todos estão sujeitos a sofrer lesões. O que o Departamento Médico e a fisioterapia podem fazer, eles têm feito para não acontecer com frequência esses tipos de lesões”, finalizou o camisa 5.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post