Animado após goleada, Marcelo mantém pés no chão: ‘Não é o ideal’

A goleada por 4 a 1 sobre o XV de Piracicaba, na última quinta-feira (25), deu ao time do técnico Marcelo Oliveira um gás a mais para seguir forte na temporada

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Depois de alguns resultados fora do planejado, o Palmeiras agora ganhou um fôlego extra para encarar os quatro próximos jogos, todos dentro do Allianz Parque (dois pelo Paulistão e dois pela Libertadores). Extremamente satisfeito com o triunfo fora de casa, o comandante acredita em um recomeço do clube na briga pelos títulos de 2016.

“A vitória muda o clima mesmo, principalmente quando a gente trabalha. Estamos trabalhando intensamente, os jogadores são comprometidos, e às vezes as coisas não vêm. De repente uma vitória, da forma que foi, com boa movimentação, marcação e espírito de competição, cria uma perspectiva ainda melhor daqui para a frente. A gente espera que seja a primeira de outras grandes vitórias”, falou. “Criamos uma boa perspectiva depois deste jogo, mas não é o ideal e não podemos nos iludir com isso. Não podemos trazer abatimento quando as coisas não vêm, assim como não podemos empolgar muito quando as coisas vêm”, ponderou.

O Verdão, contudo, terá uma grande oportunidade para engatar uma boa sequência de vitórias nas semanas que virão, já que enfrenta a Ferroviária e o Capivariano (Campeonato Paulista), além do Rosario Central-ARG e do Nacional-URU (Copa Libertadores), todos dentro da arena palestrina.

“Isso foi comentado na palestra de ontem (quinta-feira). A oportunidade que tínhamos de fazer um grande jogo com vitória diante do XV de Piracicaba, e depois com quatro jogos junto de nossa torcida, que faz uma diferença tremenda. Jogamos sempre para ganhar. Sempre digo que há milhões de pessoas que querem a vitória tanto quanto eu, mas não mais. Todos querem conviver com vitória porque estaremos nos fortalecendo e pontuando. Espero que seja assim nos próximos jogos”, projetou.

Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta sexta (26). (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta sexta (26). (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

E o embate contra a Ferroviária, no domingo (28), às 17h, terá o Palmeiras com força máxima, segundo Oliveira.

“Como o jogo (contra o Rosario) é só na quinta, nós temos um tempo para descansar os jogadores. Só não participará deste jogo aqueles que estiverem muito desgastados, e essa avaliação será feita antes de domingo”, contou. “A Ferroviária está muito bem. Nós precisamos pontuar e jogaremos em casa, não tem jogo fácil. Todo jogo será complicado, e esse também. Temos de impor a nossa condição de time grande e mostrar o que queremos neste ano”, emendou o treinador.

Por fim, o técnico demonstrou muita personalidade ao citar alguns comentários feitos sobre o seu trabalho no Verdão.

“Quando você não está conseguindo vitórias, tudo o que você faz é motivo de críticas. É assim mesmo, não tenho problema nenhum com isso. Às vezes você tem um time já preparado, certo e jogando bem, e você troca algumas peças para os jogadores descansarem. Não era o caso neste momento, eu estava buscando a melhor formação, um Palmeiras equilibrado, marcando muito e agressivo ao atacar. Não foi uma estratégia mudar os jogadores, nós fomos buscando a melhor formação”, finalizou.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post