Após 6 meses de cirurgia e ‘quase 100%’, Gabriel avisa: ‘Falta pouco’

Totalmente recuperado após exatos seis meses de sua cirurgia, Gabriel não vê a hora de vestir a camisa palestrina novamente

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

O tão esperado retorno do volante Gabriel aos gramados está muito próximo. Antes de se lesionar em agosto de 2015 com uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, o camisa 18 era considerado um dos pilares do meio de campo do Verdão, ganhando, inclusive, o carinho imediato da torcida alviverde e a confiança de seus companheiros de elenco.

“Agradeço a todos, eu estou muito feliz por voltar a esta rotina de treinos e jogos. Agradeço a parte dos médicos e a fisioterapia, que cuidaram muito bem de mim, além da minha família e dos torcedores. É um momento de muita alegria, passei por muitas dificuldades, e foi um período chato ficar de fora de momentos decisivos, mas sempre pensando em voltar bem. Eu estou muito bem, feliz e quase 100% para voltar a ajudar o Palmeiras nos jogos”, disse, detalhando os momentos em que esteve longe dos duelos do clube paulista.

“Treinei todos os dias, e a maioria dos dias em dois períodos. Via o grupo chegando, treinando e indo embora. Era um dos primeiros a chegar, aprendi bastante neste tempo. Mas a melhor hora está chegando, me preparei muito bem para isso, e tenho certeza de que voltarei ao nível em que eu estava. Claro que requer um pouco de paciência de todas as partes, inclusive da minha. Estou bem focado para esta volta”, falou.

O palmeirense até se arriscou com outros afazeres para suprir a falta de jogar futebol.

“Procurei aprender bastante no período em que eu estava fora. Fiz inglês, procurei ver jogos de fora do Brasil, fiz um trabalho de psicologia e pilates fora do clube, mas com o auxílio dos preparadores físicos. Eu procurei ganhar o meu tempo, aproveitei muito bem isso”, afirmou. “Sou ansioso, quero que as coisas aconteçam rápido. Tive de me preparar muito bem para isso nestes meses, até hoje (sexta) tive de dar uma segurada. Essa ansiedade é um dos pontos que trabalhei bastante, e certeza de que estarei bem quando eu voltar”, emendou.

Gabriel não vê a hora de vestir a camisa palestrina novamente. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Gabriel não vê a hora de vestir a camisa palestrina novamente. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

E a vontade de atuar novamente quase foi realizada nesta sexta-feira (05), no jogo-treino contra o Nacional, na Academia de Futebol.

“É difícil falar (quando voltará), hoje mesmo estava programado de fazer um pouco do jogo-treino, mas, durante as circunstâncias do jogo, não pude atuar. É difícil estipular uma meta, eu procuro trabalhar a cada dia para evoluir mais. A gente volta com receio, mas o perde durante os treinos. Eu ainda não tenho uma data específica, mas hoje (05 de fevereiro) completa seis meses da minha cirurgia, e estou quase pronto para entrar em campo. Falta pouco agora, eu evolui bastante nesta semana que passou. Tenho certeza de que evoluirei ainda mais”, contou o jogador.

O volante também não poupou elogios aos torcedores do Palmeiras, que demonstram muito carinho nas ruas e pelas redes sociais.

“A torcida sempre me deu muita força e moral para voltar. O apoio dela foi importante para a minha recuperação. O time está evoluindo, e eu estou bem feliz com isso, mas agora procurarei voltar para ajudar da maneira que sempre ajudei. Procurarei manter o meu papel simples e eficaz para ajudar os meus companheiros no Palmeiras”, projetou o camisa 18, prometendo trabalho até no feriado de Carnaval.

“Me deram folga nestes dois dias pelo fato de treinar todos os dias em dois períodos, mas eles falam que agora passarei na academia como escovo os dentes, sempre dando uma fortalecida na musculatura. Acredito que não virei ao CT (centro de treinamento), mas procurarei uma academia para dar uma movimentada. Será um período de descanso, mas não um relaxamento total. Curtirei o Carnaval com a família, sou bem tranquilo”, finalizou.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post