Com gol nos acréscimos, Palmeiras empata com São Bento no Pacaembu

Apesar de sair na frente do placar, o Verdão permitiu a virada do adversário e teve de buscar o empate no fim da partida

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Em duelo muito movimentado na noite desta quinta-feira (04), Palmeiras e São Bento ficaram no empate por 2 a 2 no estádio do Pacaembu. Com o resultado, a equipe palestrina segue sem derrotas na temporada – duas vitórias e dois empates até o momento.

Um dos destaques da partida foi a estreia dos meio-campistas Jean e Régis, ambos contratados para reforçar o Verdão na temporada.

O jogo

Dominando amplamente o duelo nos instantes iniciais, o Verdão não demorou para chegar à abertura de placar. Logo aos cinco minutos, Robinho enfiou bola na grande área para Gabriel Jesus, que dominou e bateu firme para o gol. (Palmeiras 1×0 São Bento)

Mesmo vencendo o duelo, a equipe alviverde seguiu apertando os sorocabanos e, dois minutos depois, foi a vez de Lucas tentar o tiro de longe, exigindo boa defesa de Henal.

A primeira oportunidade do São Bento veio apenas aos 17, quando Régis arrancou pela direita, e finalizou na rede pelo lado de fora. Jogando com muita velocidade, o Palmeiras respondeu na sequência. Dudu abriu para Barrios, que se desvencilhou da marcação e fez o cruzamento para o próprio camisa 7, que cabeceou pela linha de fundo.

Aos 31, os interioranos cobraram falta na área e Éder desviou de cabeça para o gol. Atenta, a defesa palestrina saiu e deixou o adversário em impedimento, marcado pelo assistente. Dois minutos depois, no entanto, o próprio volante anotou o empate do São Bento: após cobrança de escanteio, a bola sobrou na segunda trave para ele, que chutou e estufou a rede.(Palmeiras 1×1 São Bento)

O time de Sorocaba se animou com o gol de empate e deixou a partida completamente aberta no Pacaembu. Aos 35, Barrios fez ótimo pivô e tocou para Jean, que bateu cruzado com muito perigo. No minuto seguinte, o São Bento respondeu com Régis, que cortou a defesa palmeirense e arrematou por cima do travessão.

Aos 39, Jean se apresentou novamente e fez belo passe para Egídio. O lateral-esquerdo avançou e cruzou para Barrios cabecear firme, mas Henal saltou no centro do gol e espalmou para fora.

Um minuto depois, Lucas recuou na área para Leandro Almeida, que tentou sair jogando, mas perdeu a bola para Morais. O camisa 8 do São Bento cortou o zagueiro e tocou na saída de Fernando Prass, virando a partida. (Palmeiras 1×2 São Bento)

Disposto a mudar o panorama do jogo, o Verdão foi ao ataque no começo da segunda etapa. Aos quatro, Thiago Santos e Robinho armaram bom contragolpe e o meia passou na direita para Dudu, que disparou para o gol. Henal espalmou para escanteio.

O atacante chegou novamente aos seis, quando Lucas recebeu bom lançamento na ponta direita e cruzou para Dudu, mas o palmeirense chutou mal com a perna canhota. A blitz palestrina não parou e, no minuto seguinte, foi Jean quem ficou com a sobra na grande área e tentou o cabeceio no canto, mas a bola passou à direita da meta adversária.

Com uma troca de passes envolvente, o Palmeiras chegava a todo instante e, aos dez, foi Barrios quem perdeu a chance. Após cruzamento rasteiro de Gabriel Jesus, o paraguaio emendou um lindo toque de letra, mas Henal mostrou bom reflexo e fez a intervenção.

Marcelo Oliveira promoveu a primeira alteração no time aos 14, sacando o estreante Jean e promovendo a entrada do também debutante Régis.

A pressão palmeirense seguia e, aos 15, Dudu apareceu pelo lado esquerdo, cortou para a perna direita e experimentou o chute, Henal espalmou e na sobra, Jesus cabeceou pela linha de fundo.

Sem sucesso nas finalizações, o treinador alviverde promoveu uma dupla alteração no ataque: Alecsandro e Erik entraram nas vagas de Lucas Barrios e Gabriel Jesus.

O Palmeiras continuou trocando muitos passes no campo de ataque, mas a forte marcação sorocabana impedia as boas chances da equipe alviverde.

Buscando o gol da igualdade no fim da partida, o Palmeiras ainda tentou aos 41 minutos: Egídio cruzou na área, Henal espalmou para frente e Lucas tentou a finalização, mas a bola passou por cima do gol. Na jogada seguinte, foi a vez de Dudu receber bom passe pelo lado direito e chutar travado pelo zagueiro Pitty.

Quando a partida parecia caminhar para a vitória dos visitantes, a pressão palmeirense foi recompensada nos acréscimos. Aos 46, Robinho cobrou escanteio e Vitor Hugo apareceu entre os defensores do São Bento para desviar para o gol. A bola ainda desviou no defensor João Paulo, antes de ir para o fundo da meta e decretar o resultado final. (Palmeiras 2×2 São Bento)

Vitor Hugo desviou a bola para o gol de empate contra o São Bento. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Vitor Hugo desviou a bola para o gol de empate contra o São Bento. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Com o resultado, o Palmeiras chega a quatro pontos no Paulistão e lidera o grupo B do torneio estadual. Na próxima quarta-feira (10), às 21h45, o Verdão volta a campo para encarar o Oeste, fora de casa.

Escalação: Fernando Prass; Lucas, Leandro Almeida, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos, Jean (Régis) e Robinho; Dudu, Gabriel Jesus (Erik) e Lucas Barrios (Alecsandro).

Cartões amarelos: Leandro Almeida

Gols

Palmeiras: Gabriel Jesus (5’ – 1º tempo), Vitor Hugo (46′ – 2º tempo)

São Bento: Éder (36’ – 1º tempo), Morais (40’ – 1º tempo)

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post