Dudu exalta evolução e agradece M.Oliveira: ‘Me ajudou bastante’

A chegada inesperada do atacante Dudu ao Palmeiras em 2015 fez com que o jogador criasse uma expectativa grande nos torcedores do Verdão.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Veloz e driblador dentro de campo, o camisa 7 teve altos e baixos durante a temporada passada, mas, ao final dela, saiu como um dos heróis do título da Copa do Brasil, marcando dois gols na decisão contra o Santos, no Allianz Parque. Um ano depois de sua vinda ao time de Palestra Italia, o atleta festeja o atual momento no clube.

“Essa mudança veio de mim. Quando eu cheguei ao Palmeiras, havia uma grande expectativa de uma grande contratação, e no começo da temporada passada as coisas não estavam acontecendo muito bem. Vi que eu deveria mudar, dar uma resposta maior pela quantidade de dinheiro que foi investido em mim. A chegada do Marcelo (Oliveira) me ajudou bastante, não só ele como a comissão técnica toda, que vinha me falando que eu precisava entrar mais na área e fazer gols. Isso ajudaria o Palmeiras e me ajudaria também”, comentou.

O palmeirense admite que o desentendimento na final contra o Santos, ainda pelo Campeonato Paulista, prejudicou o seu início de trajetória na equipe alviverde.

“Quando você vem com uma grande expectativa, surge uma pressão um pouco maior. No começo, eu acredito que não foi muito bom, principalmente por aquele acontecimento no Paulista. Tenho certeza de que não acontecerá nunca mais, focarei somente no futebol. Tenho certeza de que daqui para a frente será muito melhor”, afirmou o atacante, citando também a sua evolução dentro das quatro linhas.

Dudu já anotou 17 gols desde sua chegada ao Palmeiras. (Mídia Palmeirense)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Dudu já anotou 17 gols desde sua chegada ao Palmeiras. (Mídia Palmeirense)

“Quando você faz mais gols e joga bem, no próximo jogo você tem de ser melhor ainda do que foi no anterior. Estamos trabalhando para isso. Se viram que tenho capacidade de mostrar um bom futebol, assim como foi na final da Copa do Brasil, me cobrarão mais”, disse. “(O maior número de gols) foi mais em função do posicionamento. Quando eu cheguei, eu não estava fazendo muitos gols, e aí veio o Marcelo (Oliveira) e me botou mais centralizado, perto dos atacantes. Isso me deu mais liberdade para me movimentar dentro de campo e, graças a Deus, as oportunidades estão aparecendo”, emendou.

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

E, junto com o crescimento individual, Dudu vê um Palmeiras ainda mais preparado para 2016.

“A gente tem mais tranquilidade com vitórias e títulos. Terá pressão, mas uma pressão boa, diferentemente do que era no ano passado, quando deixamos de ganhar alguns jogos e todos duvidaram do elenco. Neste ano, nós começamos muito bem, não perdemos e não tomamos gols. Espero que seja o começo de um ano muito bom”, falou. “Eu divido essa responsabilidade com o elenco inteiro, todos têm um pouco de contribuição para o time estar bem”, completou o jogador.

O camisa 7, inclusive, projeta um futuro ainda mais vitorioso com a camisa verde e branca.

“Espero ficar muito tempo por aqui porque me identifiquei com o clube e com a torcida. Fico feliz com o carinho que a torcida tem por mim. Espero que o carinho possa aumentar com títulos, gols e coisas boas para o clube”, finalizou.

 

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post