Com emoção até o fim, Palmeiras bate Rosario no Allianz Parque

Foi preciso muita raça e “espírito de Libertadores” para que o Palmeiras alcançasse sua primeira vitória no torneio continental na noite desta quinta-feira (03)

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Leve para sua casa uma parte da história do Palmeiras.

Com gols dos argentinos Cristaldo e Allione, o Verdão bateu o Rosario Central-ARG por 2 a 0 no Allianz Parque e garantiu três pontos fundamentais na classificação do grupo 2.

O resultado coloca o Verdão na liderança da chave, com quatro pontos conquistados – Nacional e River Plate-URU tem dois, e Rosario, um. O próximo compromisso do Palmeiras é diante do Capivariano, no domingo (06), às 16h, pelo Paulistão. Na quarta (09), às 21h45, é a vez de enfrentar o Nacional-URU, pela Libertadores. Ambos os duelos são na casa palmeirense.

O jogo

Debaixo de uma chuva torrencial, Palmeiras e Rosario mostraram muita intensidade desde o começo do jogo. A primeira grande oportunidade surgiu aos sete minutos, quando Cristaldo enfiou para Dudu. O camisa 7 avançou pela esquerda e bateu cruzado, mas a bola tocou a trave de Sosa e saiu pela linha de fundo.

A pressão alviverde não cessou e, três minutos depois, o Palmeiras avançou novamente pelo lado esquerdo. Zé Roberto cruzou, a bola passou pela defesa argentina e sobrou para Robinho, que cortou para a perna canhota e bateu colocado por cima do travessão.

Superior desde o início da partida, o Verdão chegou à abertura do placar aos 24. Dudu acertou ótimo passe para Gabriel Jesus. O garoto palmeirense ficou no chão após dividir com Salazar, mas Cristaldo roubou a bola. Com muita raça, o argentino escapou dos zagueiros, do goleiro Sosa e empurrou para as redes, explodindo a torcida palestrina no Allianz Parque. (Palmeiras 1×0 R. Central-ARG)

Argentino Cristaldo foi titular e anotou o primeiro do Verdão. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Argentino Cristaldo foi titular e anotou o primeiro do Verdão. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

O segundo poderia sair dois minutos depois, quando Gabriel Jesus recebeu lançamento sozinho e sairia cara a cara com o arqueiro argentino, não fosse um impedimento inexistente assinalado pelo auxiliar.

Aos 34, Dudu e Cristaldo assustaram a zaga argentina mais uma vez. O camisa 9 recebeu bom passe do companheiro de ataque na entrada da área e bateu forte, mas a bola foi pela linha de fundo.

Mesmo com maior posse de bola, a primeira chance efetiva do Rosario só saiu aos nove minutos do segundo tempo. Herrera avançou pelo lado direito e conseguiu o cruzamento. Após corte de Lucas, Cervi finalizou de primeira e exigiu ótima defesa de Fernando Prass. Na sobra, o meia argentino tentou empurrar para o gol de carrinho, mas o goleiro alviverde se antecipou e agarrou a bola.

Mais incisivo na etapa final, o Rosario chegou novamente aos 11. Após cruzamento na grande área, Prass deu um tapa na bola e Da Campo ficou com o rebote. O meia bateu forte, mas o arqueiro palmeirense fez novamente a intervenção, desviando para escanteio.

A pressão da equipe estrangeira chegou ao auge aos 12, quando Robinho acertou Cervi com um carrinho dentro da área, e o árbitro marcou pênalti o Rosario Central. Na cobrança, Marco Ruben bateu firme, mas Fernando Prass brilhou mais uma vez e espalmou pela linha de fundo, evitando o empate.

Aos 26, Lo Celso recebeu na intermediária e arriscou o chute cruzado, mas a bola saiu à esquerda do gol palestrino. Três minutos depois, Cervi encontrou Ruben na grande área e o centroavante tocou por cobertura na saída de Prass, mas bola passou por cima do gol.

Para tentar um maior domínio do jogo, o técnico Marcelo Oliveira alterou a equipe três vezes ao longo da segunda etapa, sacando Thiago Santos, Cristaldo e Robinho, para a entrada de Arouca, Rafael Marques e Allione, respectivamente.

Com muita raça e disposição, o time alviverde segurou o ímpeto argentino nos minutos finais e, aos 48, a disposição da equipe palestrina foi recompensada: Rafael Marques puxou contra-ataque e tocou para Zé Roberto. Muito inteligente, o lateral-esquerdo encontrou Allione livre de marcação. Com calma, o camisa 20 cortou Álvarez e rolou na saída de Sosa, fechando o marcador e confirmando a vitória palmeirense. (Palmeiras 2×0 R. Central-ARG)

Escalação: Fernando Prass; Lucas, Thiago Martins, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos (Arouca), Jean e Robinho (Allione); Dudu, Gabriel Jesus e Cristaldo (Rafael Marques).

Cartões amarelos: Thiago Santos, Robinho e Gabriel Jesus

Gols

Palmeiras: Cristaldo (24 – 1º tempo) e Allione (48′ – 2º tempo)

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post