Cuca analisa jogo-treino e promete equipe mais consistente

Há 11 dias no comando técnico palmeirense, o treinador Cuca, após o revés para o Red Bull Brasil, concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta sexta-feira (25)

O comandante revelou, que teve pouco descanso durante a noite, e que o sono seria melhor aproveitado se a situação da equipe estivesse mais tranquila.

“Dormi pouquíssimas horas. Foram quatro e meia. Claro que se você tem as coisas caminhando certinho, dorme tranquilo. Seu subconsciente vai estar descansado, coisa que não está acontecendo. Tem muito trabalho, os problemas vão surgindo. Temos de ter calma e equilíbrio”, contou.

A respeito do jogo-treino contra o Nacional vencido pelo Verdão por 4 a 1, o treinador palestrino reforçou a importância deste tipo de treinamento para conhecer melhor os jogadores que possui em mãos.

“É para isso que tem o jogo-treino, para coisas que você pode descobrir no seu time. Eu já tenho um time formado na cabeça, amanhã (sábado) ponho em prática no treinamento para ver se enfim consigo a primeira vitória no domingo”, analisou.

Para o confronto diante do Água Santa no próximo domingo (27), no Prudentão, Cuca não contará com Alecsandro, que levou o terceiro cartão amarelo na partida contra o Red Bull Brasil, e Dudu, que teve constatada uma contratura na coxa direita. Já Cristaldo, um dos destaques do jogo-treino desta sexta, deixou o campo sentindo dores.

“Ele acabou sentindo uma lesão ali, um lance casual, pisou na bola e sentiu o quadril, também o posterior. Vamos ver a avaliação, me parece algo muscular”, revelou.

Cuca enxerga recuperação da equipe palestrina nas próximas partidas. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Cuca enxerga recuperação da equipe palestrina nas próximas partidas. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Sobre a formação de uma equipe ideal, o treinador palestrino relembrou episódios de sua carreira como treinador e ponderou que as vitórias virão com a assimilação do planejamento desenhado.

“São momentos da vida que você passa por provações. Mais tarde vem a ter vantagens em cima dessa experiência negativa. Já passei cada coisa no futebol que é difícil até lembrar. Quando você lembra que deu certo, tem um sabor enorme. As coisas não são com uma varinha de condão, que você faz ‘tchuf’ e acontece tudo. Já perdemos o que tínhamos de perder, vamos começar a ganhar”, disse.

“O que importa no trabalho é ter a certeza de que o caminho está sendo traçado. Que as coisas estão evoluindo, que você tem um time. Temos de buscar um equilíbrio, ter as peças para ir trocando. Isso, quando você está em meio à crise, se torna mais difícil. Temos de insistir e acreditar que vai dar certo”, finalizou Cuca.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post