Palmeiras luta até o fim, mas sai do Campeonato Paulista nos pênaltis

Em jogo único, disputado na Vila Belmiro, neste domingo (24), o Verdão saiu atrás no placar, mas lutou, buscou o empate e levou a decisão para os pênaltis

Depois de se enfrentarem na final do Estadual na temporada passada, Palmeiras e Santos se encontram mais uma vez no Campeonato Paulista deste ano, desta vez na semifinal. O tempo regulamentar terminou em 2 a 2, com dois gols de Rafael Marques marcados aos 42 e 43 minutos do segundo tempo. Mas, infelizmente, na disputa de pênaltis, a equipe do litoral levou a melhor e o Palmeiras foi eliminado do Paulistão.
Os dois times começaram o jogo com intensidade. Jogando em casa, o Santos pressionava e tentava se impor como mandante. O Verdão, sem torcedores presentes na Vila, já que a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo determinou que clássicos paulistas sejam disputados com torcida única, segurava o ímpeto inicial santista e procurava o contra-ataque.
Os alvinegros tinham mais presença no ataque e ameaçavam o gol de Fernando Prass com mais frequência. Aos nove minutos, Lucas Lima bateu falta pela direita e o arqueiro palmeirense fez sua primeira grande defesa no jogo, afastando o chute rasteiro do meia santista.

Depois dos primeiros 25 minutos, a partida perdeu o ritmo forte do início. O time do litoral continuava comandando as ações do jogo, mas o Palmeiras acertou a marcação e conseguiu deixar o duelo mais equilibrado.

Aos 34, Róger Guedes fez belíssima jogada individual, passou por Thiago Maia e Gustavo Henrique e mandou uma bomba da entrada da área. O goleiro Vanderlei, atento, espalmou e mandou para escanteio.

A resposta santista veio aos 39, em um contra-ataque. Lucas Lima recuperou a bola no meio de campo e lançou Gabriel em velocidade. O atacante invadiu a área, limpou a marcação e bateu no canto direito, sem chances para Prass. (Santos 1 x 0 Palmeiras)

A semifinal era tensa, tanto por ser um jogo decisivo quanto pela rivalidade entre as duas equipes, que disputaram duas finais na temporada passada.

As equipes voltaram para o segundo tempo sem alterações e a dinâmica da partida continuava parecida. A diferença era que os alviverdes, em desvantagem no placar, tentavam pressionar, mas ainda tinham dificuldades na armação dos ataques.

Aos 14 minutos, o técnico Cuca fez duas mudanças: colocou Rafael Marques e Cleiton Xavier nas vagas de Alecsandro e Robinho. Pouco depois, Gabriel Jesus desarmou David Braz, deixou a marcação para trás e ficou frente a frente com o goleiro Vanderlei. Na hora da finalização, porém, o atacante mandou por cima do gol.

O duelo ainda era equilibrado, mas depois das substituições, o Palmeiras tomava a iniciativa no jogo e o Santos esperava para responder no contra-ataque. Aos 29, Zeca tabelou com Lucas Lima e rolou para Gabriel, dentro da área. O atacante alvinegro tocou de primeira e marcou seu segundo gol. (Santos 2 x 0 Palmeiras)

Apesar da desvantagem, o Verdão não desistia e, com muita vontade, buscava reverter o resultado. Aos 34, Gabriel Jesus saiu para a entrada de Lucas Barrios. Aos 42, o atacante paraguaio fez bela jogada e passou de peito para Rafael Marques, que ganhou dos zagueiros santistas e mandou para o fundo da rede. (Santos 2 x 1 Palmeiras)

Logo em seguida, aos 43, Cleiton Xavier acertou cruzamento perfeito e Rafael Marques, mais uma vez, subiu para cabecear, colocar no canto esquerdo do goleiro Vanderlei e empatar a partida. (Santos 2 x 2 Palmeiras) O resultado levou a decisão da vaga na final para os pênaltis.

Palmeiras mostrou muita força e conseguiu empatar a partida, mas não obteve sucesso nos pênaltis. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Palmeiras mostrou muita força e conseguiu empatar a partida, mas não obteve sucesso nos pênaltis. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Cleiton Xavier foi o primeiro a bater pelo Palmeiras e converteu sua cobrança. Fernando Prass, sempre muito bem nas disputas de pênaltis, espalmou a cobrança de Lucas Lima. Logo depois, Vanderlei defendeu o chute de Lucas Barrios. David Braz, Jean e Zeca bateram bem e converteram.

Mas o goleiro santista foi feliz mais uma vez e conseguiu impedir o gol de Rafael Marques, deixando os mandantes em vantagem. Fernando Prass bateu a última cobrança para fora e o Santos ficou com a vaga na final.

Escalação: Fernando Prass; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Matheus Sales, Gabriel e Robinho (Cleiton Xavier); Róger Guedes, Gabriel Jesus (Lucas Barrios) e Alecsandro (Rafael Marques).

Cartões amarelos: Egídio, Gabriel, Alecsandro, Thiago Martins, Matheus Sales e Vitor Hugo.

Gols

Santos: Gabriel (39’ – 1º Tempo; 29’ – 2º Tempo)

Palmeiras: Rafael Marques (42’ – 2º Tempo; 43’ – 2º Tempo)

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post