Cuca analisa derrota e pede ‘amadurecimento’ contra Fluminense

Neste sábado (21), em Campinas-SP, o Palmeiras enfrentou a Ponte Preta e saiu derrotado por 2 a 1 do Estádio Moisés Lucarelli

Depois de golear o Atlético-PR por 4 a 0 na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras não conseguiu repetir o feito diante da Ponte Preta. Minutos depois do apito final, o técnico Cuca comentou sobre o revés palestrino fora de casa.

“Esse jogo aqui é muito peculiar. Pela maneira que foi… A equipe que sair à frente aqui dificilmente deixará de vencer. Em oito ou nove minutos tivemos chances claras, e o goleiro deles fez ótimas defesas. Se faz o gol, era outra partida. Em contrapartida, em falta de longe, que não era perigosa, tivemos mau posicionamento e em uma bola nas costas tomamos o gol. Depois, aos 32 tomamos o segundo gol. Dali para frente o primeiro tempo foi muito ruim, estava perigoso tomar mais”, comentou.

Apesar de insatisfeito com o resultado, o treinador negou que o Verdão tenha tido uma má apresentação neste final de semana.

“Não foi mal futebol, foi jogo jogado lá e cá. Começamos melhor, mas dos 10 aos 20, 25 minutos eles foram melhores, e aí se tornou outro jogo. Os laterais da Ponte tiveram vantagem em cima da gente, mais do que nossos pontas em cima deles. Essa foi a diferença do primeiro tempo”, opinou, destacando a dificuldade de atuar na casa da Ponte.

“Aqui em Campinas tem outro clima, todo mundo sabe que jogar aqui não é fácil. É o tipo de jogo que quem faz o primeiro gol terá espaço e a chance de matar o jogo. Se entram as bolas que o goleiro pegou ou passaram perto, o jogo seria outro. Tivemos bons momentos e outros ruins. Temos de melhorar isso na quarta-feira contra o Fluminense”, afirmou.

Técnico Cuca estava invicto há oito jogos no comando do Palmeiras. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Técnico Cuca estava invicto há oito jogos no comando do Palmeiras. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Cuca, inclusive, quer que o tropeço deste sábado seja importante para o amadurecimento da equipe alviverde.

“O mais importante em derrotas é assimilar e absorver o impacto, como absorvo hoje. Tem de saber que isso é do jogo, estar com os punhos levantados para quarta-feira, é assim que se vai”, declarou o comandante.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira (25), às 21h45, para enfrentar o Fluminense, no Allianz Parque, pela terceira rodada do Brasileirão. Já no domingo (29), às 16h, será a vez de encarar o rival São Paulo, no estádio do Morumbi, também pela competição nacional.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post