Substituindo o irmão, Cuquinha destacou nova postura após o intervalo

Palmeiras derrotou o Fluminense na noite desta quarta-feira (25) pelo placar de 2 a 0, em duelo válido pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro

Em substituição ao irmão e treinador do Verdão Cuca, que cumpriu suspensão automática pela expulsão no duelo contra a Ponte Preta, o auxiliar técnico Cuquinha destacou a mudança de postura da equipe palmeirense após o intervalo ao precisar de 13 minutos para definir o placar do jogo.

“Durante a semana elaboramos estratégias para o jogo durante os treinos e tínhamos um ‘plano b’. Não fizemos um grande jogo na primeira etapa, e mudamos no segundo já sabendo o que fazer. O Egídio machucou e o Xavier cansou, e aí optamos pelo Tchê Tchê na esquerda e pelo Alecsandro como referência. Fizemos 25 minutos muito bons, decidimos o jogo e depois só restou administrar”, falou.

Ainda sobre a opção por Tchê Tchê na lateral esquerda, Cuquinha lembrou das palavras do irmão Cuca sobre valorizar substituições.

“Falamos muitos sobre isso na semana. O Cuca alerta sempre que não podemos perder substituições. O Tchê Tchê já tinha treinado bem naquela função e sacamos que seria a melhor opção para aquele momento. Depois fizemos o mesmo com o Moisés”, explicou.

“Administrar um time grande quando se tem 20 jogadores de alto nível requer manobras como essa para que possam executar a tática como fizeram hoje. Lá em Campinas fizemos o mesmo e também surtiu um pouco de efeito. Trocar seis por meia-dúzia em um jogo que não se está criando oportunidades é desperdício. Resolvemos fazer diferente e deu certo”, completou Cuquinha.

Cuquinha substituiu o técnico Cuca no duelo contra o Fluminense. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Cuquinha substituiu o técnico Cuca no duelo contra o Fluminense. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

O comandante também rasgou elogios ao jovem Róger Guedes, um dos destaques da partida.

“É gratificante tê-lo conosco, ainda mais sendo um menino de 19 anos. Sempre conversamos durantes os treinos e jogos. Tentamos orientar. Ele é responsável, começa uma jogada e vai até o fim. É um guri que tem muito a crescer e vai ajudar bastante o Palmeiras”, finalizou.

O próximo compromisso alviverde pelo Brasileirão será no domingo (29), às 16h, contra o São Paulo, no Morumbi, pela 4ª rodada da competição.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post