Após lesão grave, Moisés celebra volta por cima: ‘Tive força’

Desde a chegada do técnico Cuca ao Palmeiras, o meia Moisés tem sido uma das peças mais importantes no esquema do treinador palestrino.

Sempre dedicado e com muita raça em campo, o atleta conquistou a confiança do comandante e da torcida alviverde, e agora já deixa de lado o começo triste que teve no clube – logo no início desta temporada, o camisa 28 sofreu uma grave lesão em seu primeiro jogo oficial pela equipe e teve de ficar um longo período longe dos gramados.

“Tenho de glorificar a Deus por isso, tive a lesão e foi um momento difícil. Comecei bem a temporada, e no primeiro jogo oficial do Paulistão tive uma lesão grave. Eu nunca tinha me lesionado, e, quando vi que ficaria quatro meses parado, foi duro. Mas tive força, acompanhamento e estrutura, pude me recuperar da melhor forma. Quando o Cuca chegou, ele disse que contaria comigo, mesmo eu machucado. Disse que eu seria uma peça importante. Consegui voltar e espero continuar ajudando o grupo para terminar bem a temporada”, relembrou.

Decisivo com os pés, o palmeirense também tem mostrado qualidade com as mãos durante os arremessos laterais nos embates do Verdão.
“Aconteceu no desespero. Estávamos perdendo o jogo contra o São Paulo, aí a bola saiu pela lateral e eu imediatamente peguei e joguei para a área. Foi no desespero. No dia seguinte, o Cuca falou: ‘Vi que conseguiu jogar a bola lá dentro. Vamos treinar, pode ser uma jogada a mais e dar resultado’. Começamos a treinar e, graças a Deus, deu resultado. Continuaremos fazendo”, contou Moisés.

Já sobre o atual momento do Palmeiras no Brasileirão, o meia pede muito cuidado.

“O pessoal começa a olhar diferente para a gente. No começo, a gente falava que brigaria pelo título, e o pessoal falava: ‘Será?’. Mas começamos um momento de afirmação, o adversário estudará mais a gente e temos de saber sair disso. Precisamos melhorar um pouco mais e sempre trabalhando mais a cada dia”, afirmou, lembrando da necessidade de o Verdão melhorar o seu rendimento como visitante.

Moisés soma 14 partidas disputadas com a camisa alviverde. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Moisés soma 14 partidas disputadas com a camisa alviverde. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

“Já tem a pressão natural de jogar pelo Palmeiras, temos de buscar as vitórias sempre. Claro que temos de melhorar fora de casa. Para um time que quer ser campeão, tem de melhorar. Mas estamos bem em casa e temos de continuar assim também”, falou. “Cada jogo é uma história diferente. A gente vinha de dois bons jogos fora, contra Flamengo e Coritiba. Infelizmente, aconteceu o revés contra o Cruzeiro. A gente sabe que o Brasileiro é muito disputado, e esses momentos acontecerão. Nós não ganharemos todos os jogos, mas temos de tardar isso. Agora o pensamento é o Figueirense, que é uma equipe muito boa”, completou.

O próximo compromisso do Palmeiras será na quinta-feira (30), às 19h30, contra o Figueirense, no Allianz Parque, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já na segunda (04), às 20h, será a vez de encarar o Sport, em Recife-PE, novamente pelo Nacional.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post