Jesus confia em ouro olímpico e relembra evolução: ‘Mudou completamente’

A ascensão do atacante Gabriel Jesus no Palmeiras culminou com a convocação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, anunciada nesta quarta (29)

Com apenas 19 anos de idade, o camisa 33 teve uma evidente evolução em 2016 e tornou-se uma das principais peças do ataque alviverde nesta temporada, principalmente após a chegada do técnico Cuca ao Verdão – o atleta já marcou 16 gols em 30 jogos durante este ano.

“Mudou bastante de um ano e meio para cá, completamente. Eu nem sei descrever como a minha vida mudou de lá para cá, tive muitas mudanças. Eu tive a oportunidade de vir para o time profissional e me manter, que é muito difícil, e também ser convocado para disputar a Olimpíada. Já chorei muito em minha vida, não quero mais, agora só alegria (risos)”, disse. “A minha evolução é por conta da liberdade que o Cuca me deu, isso conta bastante. Se eu me movimento lá na frente, sempre tenho oportunidades. Esse foi o diferencial para que eu pudesse ter oportunidades e fazer gols”, completou.

E o sonho de representar o Brasil na Olímpiada está muito próximo de ser realizado.

“Muitos jogadores que fizeram história no futebol não disputaram a Olímpiada, e eu estou tendo esta oportunidade. Fico muito feliz, mas não realizado porque só estarei se vier o ouro. Mas o grupo que foi chamado tem muita qualidade para conquistar”, declarou o palmeirense, que já prevê o encontro entre ele, o goleiro Fernando Prass (também convocado) e o grupo brasileiro.

“Falarei para respeitar (o Prass), é um jogador mais experiente. Não gosto de falar mais velho, fica feio (risos). É um excelente profissional e merecedor de tudo. Sou fã e gosto de ter a oportunidade de trabalhar com ele. Fiquei muito feliz com a convocação dele, gritei mais do que a minha convocação (risos). Ele merece muito porque trabalha firme”, revelou.

Mas, antes de se apresentar à equipe nacional, Jesus segue focado na campanha do Palmeiras no Campeonato Brasileiro.

“Temos de aproveitar o máximo possível e somar pontos, é o mais importante neste campeonato. Não podemos perder pontos em casa e temos de somar fora. O elenco é recheado, tem muita qualidade para substituir quem está sendo convocado. Estamos com a cabeça aqui para fazer bons jogos”, finalizou o atacante.

Gabriel Jesus concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (29). (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Gabriel Jesus concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (29). (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Gabriel Jesus no Palmeiras

Atual maior artilheiro de todo o elenco (ao lado de Luan), com 23 gols, e principal goleador da equipe na temporada, com 16 bolas na rede, Gabriel Jesus pode fazer história na capital carioca ao conquistar uma medalha de ouro inédita para o país.

Captado pelas categorias de base em 2012, na categoria sub-15, e profissional desde o começo de 2015, o camisa 33 chama a atenção desde que chegou. Em 2013, pelo Sub-17, conquistou a International Cup de Arapongas, no Paraná, na qual anotou oito gols e foi artilheiro do clube. No ano seguinte, deslanchou e quebrou o recorde do Campeonato Paulista Sub-17, com 37 tentos em 22 jogos.

O desempenho arrasador na base o levou logo para a equipe principal. No segundo semestre de 2014, já foi relacionado para alguns duelos. Em 2015, disputou a Copa São Paulo e marcou cinco gols. Ao todo, na base, disputou 60 embates e marcou 68 vezes. Também foi campeão da Apire Tri-Series (2013), no Qatar, e foi vice-campeão estadual Sub-17 (2014).

Promovido definitivamente ao time principal, recebeu sua primeira oportunidade na Seleção Brasileira Sub-20 em março de 2015, aos 17 anos, para um torneio amistoso na Áustria. Sua grande oportunidade com a camisa amarelinha surgiu dois meses depois, quando integrou a equipe brasileira no Mundial da categoria, na Nova Zelândia. Apesar de sua boa performance, com participação em sete jogos e um gol marcado, o título bateu na trave e o Brasil foi vice-campeão.

Consolidado como principal revelação do Verdão nos últimos anos, marcou seu primeiro gol pelo Palmeiras na Copa do Brasil de 2015, no duelo contra o ASA-AL. Sua principal atuação no torneio, que terminou com o tricampeonato do Palmeiras, foi contra o Cruzeiro, pelas oitavas de final: marcou dois gols e deu uma assistência. Além do título, Jesus teve mais o que comemorar no fim de 2015, já que foi eleito o ‘atleta revelação do Brasileirão’.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post