Verdão fará 100ª partida no Rio de Janeiro em Brasileiros

Caso vença o Botafogo, a equipe palestrina chegará à 75ª vitória em jogos na capital carioca em todas as competições (são 74 triunfos, 49 empates e 94 reveses)

Um dos maiores clássicos do país, o duelo entre Palmeiras e Botafogo neste domingo (31), às 18h30, no estádio Luso-Brasileiro, possui algumas particularidades históricas. A principal delas é que será a centésima partida do Verdão na cidade do Rio de Janeiro em campeonatos brasileiros (até hoje, são 36 vitórias, 27 empates e 36 derrotas).

O número 100 também reserva dados curiosos. Dos 99 confrontos realizados no Rio em Brasileiros, 98 foram contra times cariocas. O único jogo que foge desta estatística é exatamente a final da Taça Brasil de 1967, diante do Náutico-PE, quando o Verdão venceu o Timbu por 2 a 0 em pleno estádio do Maracanã. César Maluco e Ademir da Guia sacramentaram o triunfo e trouxeram para São Paulo o terceiro título brasileiro da história do Palmeiras.

Palco do duelo deste domingo, o estádio Luso-Brasileiro é outro local que traz boas lembranças aos palmeirenses diante dos botafoguenses. No único jogo realizado no estádio entre as duas equipes, o Alviverde venceu por 2 a 1, com gols de Marcinho Guerreiro e Marcinho, pelo Campeonato Brasileiro de 2005.

No único duelo entre as equipes no Luso-Brasileiro, na vitória do Verdão por 2 a 1. (Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

No único duelo entre as equipes no Luso-Brasileiro, na vitória do Verdão por 2 a 1. (Divulgação)

Em 72, o Verdão foi a campo com Leão; Eurico, L. Pereira, Alfredo e Zeca; Dudu e Ademir; Edu Bala, Leivinha, Madurga e Nei

No retrospecto geral, a esquadra palestrina leva grande vantagem sobre o Botafogo: foram 111 jogos, com 41 vitórias, 38 empates e 33 reveses. Além disso, o time da Estrela Solitária é o segundo rival carioca que o Palmeiras mais enfrentou na história, atrás apenas do Vasco da Gama (124 partidas).

Em Brasileiros, já foram realizados 50 confrontos entre os rivais. O retrospecto mostra vantagem alviverde, com 20 vitórias, 17 empates e 13 derrotas. Um desses encontros foi a final da edição de 1972, quando o 0 a 0 no placar garantiu ao Palmeiras, dono da melhor campanha da competição, seu quinto título nacional.

O maior placar da história do confronto ocorreu no Brasileirão de 1999. Em 6 de novembro daquele ano, Asprilla (2), Cléber, Agnaldo, Pena e Evair comandaram o passeio por 6 a 0 diante do rival alvinegro em pleno Palestra Italia.

Já na capital carioca, a maior goleada palmeirense sobre os botafoguenses ocorreu em 1965, pelo Torneio Rio-São Paulo, quando o Alviverde desfilou o elenco da Primeira Academia no Maracanã e venceu o adversário por 5 a 3. Rinaldo, Ademar Pantera (3) e Tupãzinho marcaram para o Verdão no duelo.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post