Cuca prevê muita dificuldade contra o Grêmio: ‘Querem mostrar valor’

Líder isolado do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras visita o Grêmio neste domingo (11), às 18h30, em Porto Alegre-RS, em busca de mais um triunfo na competição nacional.

Mesmo com dez pontos à frente do rival gaúcho, o técnico Cuca demonstra muito respeito com o adversário deste fim de semana, justamente por ser um dos fortes concorrentes do Verdão nesta edição do Nacional.

“Não tenho dúvidas de que o Grêmio se mobilizará como puder para esta partida. Os jogadores que são criticados em uma partida querem mostrar valor no jogo seguinte. Isso não nos ilude, temos muito respeito pelo Grêmio e sabemos que o jogo será muito difícil. Temos de nos doar ao máximo e ser inteligentes para fazermos uma boa partida. Temos de ir preparados para uma dificuldade enorme que teremos”, comentou.

O treinador, inclusive, elogiou o trabalho realizado pelo Grêmio nesta temporada.

“Continua sendo uma das equipes que melhor joga futebol no Brasil atualmente, independentemente de não ter um resultado positivo nos últimos jogos. É uma belíssima equipe, muito bem treinada e todo respeito é pouco para o jogo de domingo”, afirmou o palmeirense, que poderá contar com o retorno do atacante Gabriel Jesus ao time titular.

“Vejo como um cara que acrescenta muito à nossa equipe, nos acostumamos a jogar com ele. Contra o São Paulo, eu não pretendia usá-lo por tanto tempo, usaria menos ou, se possível, nem usaria. Era um risco grande, se tem uma lesão muscular o culpado é o treinador. Existem riscos na profissão e temos de entender que às vezes eles são necessários. Quando ele entrou, vimos a nossa equipe encorpar”, analisou.

Cuca concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (09) na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Cuca concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (09) na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Além do camisa 33, Cuca também aproveitou para destacar o empenho de todos os atletas do elenco palestrino em 2016.

“Eles têm de fazer parte do contexto, não adianta eu entender tudo se eles não entenderem. Hoje eles entendem tudo perfeitamente, às vezes sabem mais coisas do que eu. Isso me deixa confiante porque deixa todos dentro do processo”, falou o técnico, detalhando o trabalho realizado com o grupo alviverde.

“Trato todos da mesma forma, falo da parte tática e converso. Dou exemplos e pergunto: ‘se acontece isso, o que vocês fazem?”. É bom porque, quando acontece no jogo, não tem como parar o jogo. É importante que eles interajam e façam parte do processo tático. Mas a tática não é o mais importante, o mais importante é o jogador em campo, tem de ser aplicado. Mas entender o sistema de jogo é válido também”, finalizou.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post