Gabriel Jesus é o palmeirense com o melhor início na Seleção

O atacante Gabriel Jesus chegou ao seu quinto tento em seis partidas com a camisa nacional e se tornou o palmeirense com o melhor começo na Canarinho

Jesus foi o autor do primeiro gol da vitória do Brasil por 2 a 0 sobre o Peru na madrugada desta quarta-feira (16). Até então, o recorde era de Mazzola, que, na década de 50, precisou de sete jogos para fazer cinco gols. Na sequência, vêm Leivinha (que precisou de oito duelos para marcar cinco vezes), Vavá (que precisou de nove), Rinaldo (10), Alex (11) e Rodrigues (14).

Logo em sua estreia, após ter conquistado uma inédita medalha de ouro olímpica para o país no Rio de Janeiro-RJ, o camisa 33 palestrino anotou dois tentos contra o Equador, fora de casa. Depois, balançou uma vez a rede da Bolívia (em Natal-RN), da Venezuela (em Mérida) e, por fim, do Peru (em Lima) – passou em branco contra a Colômbia (em Manaus-AM) e a Argentina (em Belo Horizonte-MG).

Além disso, Jesus fez quatro assistências  e sofreu um pênalti neste início na Seleção. Ou seja, em seis partidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2018, o garoto participou de dez dos 17 gols da equipe comandada por Tite.

Os palmeirenses recordistas de gols com a camisa da Seleção são Mazzola e Alex, com oito gols. Ao anotar seu quinto tento, Jesus superou nomes como Heitor Marcelino, Luizinho Mesquita, Jair Rosa Pinto, Servílio e Djalminha, que balançaram as redes quatro vezes pela Seleção enquanto jogadores do Palmeiras.

o atacante Gabriel Jesus chegou ao seu quinto tento em seis partidas com a camisa da Seleção. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

o atacante Gabriel Jesus chegou ao seu quinto tento em seis partidas com a camisa da Seleção. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Vice-mundial sub-20 e ouro olímpico

Em alta no momento, Gabriel já vem chamando a atenção nas categorias de base do Brasil há algum tempo. Em 2015, foi vice-campeão mundial sub-20 na Nova Zelândia. Então comandado por Rogério Micale, marcou no triunfo de estreia por 4 a 2 sobre a Nigéria e terminou com gol as decisões por pênaltis nas oitavas (contra Uruguai) e quartas (contra Portugal). Na decisão, o Brasil perdeu para a Sérvia por 2 a 1, na prorrogação.

Um ano depois, foi convocado pelo mesmo treinador para as Olimpíadas e manteve o ritmo. Deixou a sua marca contra a Dinamarca e duas vezes contra Honduras, na semifinal.

No Palmeiras

Desde 2015 no profissional, ele soma 82 partidas e 27 gols. Em 2016, ele é o artilheiro da equipe na temporada, com 20 bolas na rede em 45 embates. No Brasileirão, são 24 confrontos e 11 tentos. Além de títulos na base, Jesus participou ativamente do título da Copa do Brasil do ano passado.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post