Mauricio Galiotte é eleito pelos sócios o novo presidente do Palmeiras

A Sociedade Esportiva Palmeiras conheceu neste sábado (26) seu novo presidente. Trata-se de Maurício Precivalle Galiotte, primeiro vice nas gestões do ex-presidente Paulo Nobre, que conduzirá o Verdão nos anos de 2017 e 2018

A eleição do candidato único à presidência foi confirmada após ele receber 1.639 votos dos associados, superando os 50% requeridos para a posse. O novo mandato começará oficialmente no dia 15 de dezembro.

Inscrito na chapa de número 100, Maurício concorreu ao pleito acompanhado de seus vices Genaro Marino Neto, Antonino Jesse Ribeiro, Victor Fruges e José Carlos Tomaselli. De forma igual a 2014, as chapas eram fechadas, portanto, os vices não concorreram de forma independente.

A segunda votação direta da história alviverde com associados teve início às 10h e contou com a presença de 1.733 sócios, que, em urnas eletrônicas, escolhiam entre Maurício Galiotte ou voto em branco. A definição do novo presidente do Palmeiras para os próximos dois anos encerrou-se às 19h, e o resultado final foi divulgado 17 minutos depois.

Maurício foi eleito neste sábado (26) o 39º presidente da história do Palmeiras. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Maurício foi eleito neste sábado (26) o 39º presidente da história do Palmeiras. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Saiba mais sobre o novo presidente Maurício Galiotte

Bisneto de italianos por parte de pai e de mãe, Maurício Precivalle Galiotte nasceu em São Paulo-SP, no dia 11/02/1969. Formado em Administração de Empresas pela PUC-SP e pós-graduado em Marketing pela FAAP-SP, é casado e pai de três filhos.

Sócio do Palmeiras desde 1978, iniciou sua trajetória no clube como atleta – entre 1979 e 1987, defendeu o Alviverde nas categorias de base tanto no futebol de campo como no futsal. Em 2001, foi eleito como suplente para o Conselho Deliberativo e, três anos depois, na gestão Mustafá Contursi, eleito como conselheiro efetivo pela primeira vez.

Entre 2007 e 2008, foi diretor de Esportes Amadores da gestão Affonso Della Monica. Já entre 2009 e 2010, foi diretor social na gestão de Luiz Gonzaga Belluzzo. Por fim, de 2013 a 2016, ocupou a primeira vice-presidência na diretoria encabeçada por Paulo Nobre antes de ser eleito neste sábado (26) o 39º presidente da história do Palmeiras.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post