Jailson renova por dois anos com o Palmeiras após 2016 ‘inesquecível’

Um dos grandes destaques do Palmeiras em 2016, o goleiro Jailson deu uma ótima notícia para a torcida do Verdão durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (08), na Academia de Futebol

Antes com contrato válido até o fim deste ano, agora o jogador vestirá a camisa alviverde por mais duas temporadas, sendo mais um excelente arqueiro à disposição do clube para 2017 e 2018. Em seu melhor momento da carreira, o palestrino lembra com carinho a sua trajetória na equipe.

“Acabei de renovar o contrato no vestiário por mais dois anos. Vocês terão que me aguentar por mais dois anos (risos)”, brincou o camisa 49. “Eu cheguei em 2014, fiquei um ano e meio só treinando e esperando a oportunidade aparecer. Quando eu cheguei, muitos criticaram falando que eu vinha da Série B, entre outras coisas. E eu guardei comigo, fiquei quietinho e esperei a minha oportunidade. A gente sabe que não é fácil entrar no lugar do Prass, mas fiquei muito feliz por estar junto com os meus companheiros. Esse ano de 2016 foi inesquecível”, emendou.

Campeão brasileiro invicto (18 jogos e nenhuma derrota), Jailson não esconde a felicidade pelas boas apresentações com o manto palmeirense, ganhando, inclusive, a admiração de todos os torcedores.

“Cheguei aqui com 33 anos e não foi fácil. Com 35 anos, eu sou campeão brasileiro. O ano de 2016 ficará em minha memória para o resto da vida. De terceiro goleiro, eu cheguei a jogar e ser campeão invicto. Agradeço muito a Deus”, declarou, admitindo, porém, a titularidade do amigo Fernando Prass para a próxima temporada.

Debaixo das traves, Jailson foi um dos destaques do Palmeiras no título brasileiro (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+


Debaixo das traves, Jailson foi um dos destaques do Palmeiras no título brasileiro (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

“Sou sincero, seria injusto chegar e falar que quero jogar. Claro que eu quero jogar, mas o Prass não saiu por falha, saiu por contusão. Mas, se o treinador optar por mim, eu estarei à disposição”, explicou.

Por fim, o goleiro comentou sobre a homenagem que fez ao ídolo Marcos após o título do Campeonato Brasileiro.

“Converso direto com o Marcão por mensagem. Tenho um carinho muito grande pelo Marcão, ele me ajudou muito e me manda mensagem todos os dias. O que eu fiz no último jogo foi uma homenagem simples por tudo o que ele fez pelo Palmeiras”, finalizou o arqueiro, que vestiu uma camisa com o nome Marcos e o número 12, em referência ao Santo.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post