Zé Roberto adia aposentadoria e renova contrato: ‘Ano que vem promete’

Campeão da Copa do Brasil de 2015 e do Brasileirão de 2016 pelo clube, o lateral-esquerdo definiu nesta sexta-feira (9) a renovação de seu contrato até o fim do próximo ano

Zé Roberto está garantido no Palmeiras para a temporada de 2017. Aos 42 anos, o veterano mostra uma motivação de garoto para seguir conquistando títulos e dando alegrias à torcida do Verdão.

“Seguirei mais um ano porque sei que fiz a melhor escolha para a minha carreira. A última impressão é a que fica, então a melhor impressão da minha carreira está sendo essa. Sempre fui motivado por desafios, vou jogar mais um ano para ir em busca de mais conquistas”, declarou Zé Roberto, que celebra ainda as metas cumpridas nos últimos dois anos.

“Minha motivação maior sempre foi o projeto. Os objetivos foram alcançados: no ano passado conseguimos o título da Copa do Brasil, e agora o do Brasileiro. Quando cheguei, falei que viria não para passar um tempo, mas para entrar na história desse clube, para ver minha foto estampada no vestiário. Isso foi concretizado e estou muito feliz”, completou o jogador.

Com um currículo invejável, Zé Roberto chegou ao Verdão, no início de 2015, com 40 anos e credenciado como o melhor lateral-esquerdo do Brasileiro da temporada anterior. Não demorou muito para cair nas graças da torcida palestrina: além do desempenho acima da média dentro de campo, o jogador mostrou liderança desde o começo, sobretudo em suas preleções. Ele tem um total de 98 jogos e nove gols marcados pelo Verdão nesses dois anos.

No Verdão desde 2015, Zé Roberto acumula 98 partidas com a camisa palestrina. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

No Verdão desde 2015, Zé Roberto acumula 98 partidas com a camisa palestrina. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Além de tornar-se peça fundamental na Copa do Brasil de 2015 – inclusive sendo o responsável por levantar a taça e gritar a plenos pulmões: “o Palmeiras é gigante!” –, o lateral teve papel importante no título do Brasileirão. Além de atuar em 27 jogos até agora, ele protagonizou lance incrível no empate sem gols contra o Cruzeiro, em Araraquara-SP, quando se jogou sobre a bola e impediu com o peito que o rival abrisse o placar.

A Libertadores, que o Palmeiras voltará a disputar no ano que vem, é mais uma motivação para a decisão de seguir jogando em 2017.

“É um título que falta na minha carreira, que falta nesse período de mudanças no clube. Agora vou descansar bastante nas férias, o ano foi muito desgastante. Parecia que carregávamos nas costas o peso de 22 anos que o clube não conquistava esse título do Brasileiro. O ano que vem promete”, finalizou.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post