Dudu comemora retorno à Seleção e promete luta por novas oportunidades

Destaque em 2015 e peça fundamental no ano seguinte, o jogador foi recompensado pelas ótimas atuações com o seu retorno à Seleção Brasileira

O atacante Dudu chegou ao Palmeiras para mudar o rumo da sua carreira, capitão palestrino não vestia a amarelinha desde 2011. Convocado por Tite para o amistoso contra a Colômbia, que acontecerá na quarta-feira (25), às 21h45, no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro, o camisa 7 terá outra chance de se tornar um nome recorrente dentro da Seleção.

“Eu volto bem, já tive a oportunidade de jogar pela Seleção Principal, na base também. Feliz por esta oportunidade. Agradeço ao Tite, à comissão técnica, aos meus companheiros e ao Cuca, que me ajudou bastante. A gente sabe que é difícil, a concorrência é grande, mas lutaremos para nos manter na Seleção”, disse o atleta, que vê a sua ida para a Ucrânia, em 2011, como um fator determinante para não ter sido chamado novamente para representar o Brasil.

“Fui para a Ucrânia, fiquei um pouco afastado. Voltei para o Grêmio e muitos falavam que eu não era um jogador completo ainda. Depois fiz um bom ano pelo Grêmio, vim para o Palmeiras, fiz um bom ano em 2015 e no ano passado tudo se confirmou. Fiquei muito feliz por ter sido relembrado pelo Tite. Para você chegar à Seleção, o teu time tem de estar bem. Estou muito feliz por isso, espero que eu desempenhe um bom trabalho para ter outras oportunidades”, declarou.

Pela Seleção Brasileira Principal, Dudu disputou dois amistosos em 2011, contra Egito e Gabão. No mesmo ano, participou e foi campeão do Mundial Sub-20. Nesta competição, terminou na vice-artilharia do Brasil, com três gols (ao lado de Oscar e Philippe Coutinho), atrás apenas de Henrique Almeida (com 5).

De olho em outras oportunidades com o manto verde e amarelo, agora o jogador também aguarda para ver mais companheiros do Palmeiras junto com ele na Seleção – o zagueiro Vitor Hugo também está na lista do técnico Tite para o duelo com os colombianos, na quarta, que tem como objetivo ajudar a reconstrução da Chapecoense após a tragédia que aconteceu no fim de 2016, na Colômbia.

“Eu esperava que fossem mais jogadores. A gente fica triste por isso, mas sabemos que a hora deles chegará também. A gente fica triste e feliz. Triste por ter sido só nós dois, esperávamos mais pelo ano que o Palmeiras fez, mas eles sabem que, se continuarem trabalhando, a hora deles chegará”, projetou.

Dudu foi decisivo nos dois últimos títulos do Verdão: a Copa do Brasil 2015 e o Brasileirão 2016. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Dudu foi decisivo nos dois últimos títulos do Verdão: a Copa do Brasil 2015 e o Brasileirão 2016. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Dudu no Palmeiras

O atacante soma 109 partidas e 25 gols pela equipe. Em 2015, além dos dois tentos decisivos na final da Copa do Brasil, Dudu foi o artilheiro do time na temporada, com 16 bolas na rede. Em 2016, atuou mais recuado pelo técnico Cuca e terminou o ano com o maior número de assistências, com 12, e também como capitão do Verdão.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post