Em dia de homenagens, Chape e Palmeiras empatam na Arena Condá

Em um dia marcado por homenagens, os dois times fizeram uma partida equilibrada e bem disputada, apesar da falta de ritmo e entrosamento, que terminou empatada em 2 a 2

Chapecoense e Palmeiras se reencontram neste sábado (21), na Arena Condá, para a disputa de um jogo amistoso, primeira partida do Verdão do Oeste após a tragédia aérea que vitimou 71 pessoas, entre jogadores, comissão técnica, dirigentes e jornalistas. Raphael Veiga, Vitinho, Douglas Grolli e Amaral foram os autores dos gols do duelo.

Antes do apito inicial, foram realizadas homenagens às vítimas do acidente aéreo: os familiares de atletas e integrantes da comissão técnica receberam as medalhas dos campeões da Copa Sul-Americana, e os jogadores sobreviventes ergueram a taça diante dos torcedores, em um momento de muita emoção para todos os presentes. Depois, o elenco da Chape para o ano de 2017 foi apresentado no centro do gramado.

Chapecoense e Palmeiras se reencontram neste sábado (21), na Arena Condá, para a disputa de um jogo amistoso. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Chapecoense e Palmeiras se reencontram neste sábado (21), na Arena Condá, para a disputa de um jogo amistoso. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

O jogo

O Palmeiras foi a campo com três estreantes, Antônio Carlos, Felipe Melo e Raphael Veiga, além do técnico Eduardo Baptista, que dirigiu o Verdão na beira do gramado pela primeira vez. O goleiro Fernando Prass voltou a ser escalado como titular depois da lesão que sofreu na preparação para os Jogos Olímpicos do Rio em 2016.

Em uma partida equilibrada, o Alviverde de São Paulo trocava passes verticais e buscava chegar ao gol rapidamente, já o Verdão do Oeste jogava pelos lados do campo, aproveitando a velocidade de seus pontas e laterais.

Aos 11 minutos do primeiro tempo, Egídio cruzou na entrada da área e Raphael Veiga chegou finalizando de pé esquerdo, no canto do goleiro Artur Moraes, para marcar seu primeiro gol com a camisa do Palmeiras e abrir o placar em Chapecó. (Chapecoense 0 x 1 Palmeiras)

A Chape respondeu logo em seguida: três minutos depois, Andrei Girotto ajeitou para a pequena área após cobrança de escanteio e Douglas Grolli, zagueiro formado no clube catarinense, cabeceou para o fundo da rede. (Chapecoense 1 x 1 Palmeiras)

Mesmo com a falta de entrosamento do início da temporada, os dois times conseguiam criar boas jogadas e chances de gol. Aos 25, Tchê Tchê chutou forte de média distância para boa defesa de Artur. Aos 30, foi a vez de Wellington Paulista finalizar de fora da área. O chute saiu forte demais e passou por cima do travessão de Fernando Prass.

O Palmeiras voltou para o segundo tempo com oito alterações: Jailson, Fabiano, Arouca, Thiago Santos, Hyoran, Vitinho, Keno e Erik entraram e apenas Antônio Carlos, Thiago Martins e Egídio permaneceram do time que iniciou a partida.

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Amaral, jogador emprestado pelo Palmeiras, cabeceou no canto direito de Jailson após cobrança de escanteio e virou o jogo para a Chapecoense. (Chapecoense 2 x 1 Palmeiras)

Após o gol, o técnico Vagner Mancini fez uma série de substituições e aos 19 minutos já tinha trocado todos os jogadores.

Aos 26 minutos (minuto 71 de bola rolando), o jogo foi paralisado e a torcida cantou o tradicional “Vamo, vamo, Chape” em mais uma bela homenagem às 71 vítimas do acidente de 29 de novembro.

Aos 29, Maílton, lateral-direto da base, entrou no lugar de Antônio Carlos. Pouco depois, aos 33, Vitinho, outro jogador formado nas categorias de base do Verdão, driblou dois jogadores pela esquerda com habilidade e chutou de fora da área para marcar um golaço, empatando o amistoso na Arena Condá. (Chapecoense 2 x 2 Palmeiras)

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post