Trio da base comemora oportunidade em início de ano surpreendente

A torcida do Palmeiras irá se deparar com três caras novas na primeira partida do time na temporada, contra a Chapecoense, às 16h30 deste sábado (21), na Arena Condá

A torcida do Palmeiras irá se deparar com três caras novas na primeira partida do time na temporada, contra a Chapecoense, às 16h30 deste sábado (21), na Arena Condá. Revelações da base do Verdão, o zagueiro Vitão, de apenas 16 anos, o lateral-direito Maílton, de 18, e o lateral-esquerdo Matheus Bahia, de 17, foram relacionados pelo técnico Eduardo Baptista e irão vivenciar o clima de um jogo profissional pela primeira vez na carreira. E nenhum deles esconde a alegria pela oportunidade.

As surpresas começaram logo após a Copa São Paulo de Futebol Júnior, quando seis jogadores do Sub-20 foram convocados a realizar a pré-temporada com o elenco: Vitão, Maílton, o volante Cadina, o atacante Léo Passos, o zagueiro Augusto e o goleiro Daniel Fuzato – Matheus Bahia se juntou ao grupo depois, assim como o atacante Bernardo, do Sub-17. Com bom desempenho nos treinos, os jovens agradaram e farão parte de um momento histórico, já que o amistoso marcará o recomeço da Chapecoense após o acidente aéreo.

“Estou muito feliz. Foi uma surpresa mesmo, depois da Copa São Paulo me avisaram que eu não teria férias, que eu faria a pré-temporada com o Profissional. Fiquei muito feliz, liguei para meus pais, tem sido um aprendizado enorme. Tenho 16 anos, mas independentemente da idade a responsabilidade é a mesma. Vou procurar trabalhar da melhor forma possível”, afirmou Vitão, ciente da importância da partida tanto para o Verdão quanto para a Chape.

“É o recomeço deles, uma nova etapa depois de tudo que aconteceu. Se eu tiver uma oportunidade, espero fazer um bom jogo. Não esperava que as coisas fossem acontecer tão rápido para mim, mas estava trabalhando firme e tem dado certo”, completou o zagueiro.

Tanto Vitão quanto Maílton começaram a carreira atuando no Paraná. O zagueiro jogava pelo PSTC, de Cornélio Procópio-PR, quando foi aprovado em uma avaliação do Palmeiras, em 2015. Já Maílton jogava futsal pelo Paranavaí e chegou ao Verdão ainda como atacante. Sob o comando do técnico João Burse, no Sub-20, tornou-se lateral-direito e teve boas atuações no último ano.

“Foram dias de muito aprendizado para nós, que viemos agora de um campeonato importante como a Copa São Paulo e tivemos a chance de fazer a pré-temporada com o Profissional. Tenho mais contato com o Róger Guedes, por ser mais jovem, e com o Felipe Melo, porque ele brinca bastante. Mas fomos bem recebidos por todos aqui”, afirmou Maílton.“Vai ser legal, é o recomeço da Chapecoense. Queremos ajudar o clube deles da melhor forma, mas também temos a intenção de fazer um bom jogo”, completou o lateral.

O lateral-direito Maílton comemorou a oportunidade de fazer a pré-temporada com o Profissional. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

O lateral-direito Maílton comemorou a oportunidade de fazer a pré-temporada com o Profissional. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Já Matheus Bahia, como o nome sugere, começou a carreira em Salvador (BA). Depois de iniciar no Vitória, ele passou pela Jacupiense-BA antes de desembarcar no Verdão.

“Estava no centro de excelência, descansando, pois teria treino com os não-relacionados à tarde, e me ligaram para avisar que o Zé Roberto não iria e eu seria o substituto. Foi uma alegria tremenda, fui correndo para a rouparia pegar o material”, afirmou Matheus Bahia, desde 2016 no clube.

“É o meu maior sonho, chegar ao Profissional do Palmeiras. Estou cumprindo uma meta, felicidade me define agora. Vou estar à disposição do professor, se tiver a oportunidade vou me doar ao máximo para aproveitar”, finalizou o lateral-esquerdo.

Outros dois jogadores revelados pela base do Palmeiras também foram relacionados para o amistoso contra a Chapecoense. O zagueiro Thiago Martins, que disputou 31 jogos em 2016 e teve papel de destaque na conquista do título brasileiro, e o meia Vitinho, jovem destaque do Sub-20, que disputou quatro jogos em 2016 (dois na Copa do Brasil e dois no Brasileirão) – ele, inclusive, não participou da Copinha para realizar toda a pré-temporada com o Profissional.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post