Baptista valoriza chegada de Borja ao Verdão: ‘É importantíssimo’

O técnico Eduardo Baptista chegou ao Palmeiras no início deste ano e encontrou um elenco ainda mais qualificado do que o campeão brasileiro em 2016

Com perspectiva de novas conquistas nesta temporada, o Verdão não parou por aí e trouxe mais um importante nome para o grupo palestrino: o atacante Miguel Borja, ex-Atlético Nacional (da Colômbia). O comandante alviverde, por sua vez, mostrou-se bastante satisfeito com a chegada de um dos destaques da última edição da Copa Libertadores, na qual o reforço foi vencedor.

“É uma contratação de peso, um jogador de Seleção Colombiana, artilheiro. É importantíssimo. Coletamos algumas informações, é um jogador que fez pré-temporada e iniciaria o Campeonato Colombiano. Ele chega em boas condições para se agrupar, trabalhar e conhecer tudo direitinho para nos ajudar a conquistar os objetivos traçados”, afirmou o treinador, que coletou diversas estatísticas do colombiano com o Departamento de Análise de Desempenho do clube.

“Quando você faz a contratação que é a maior da história, você tem de estar com tudo em mãos e saber o passado dele. É um cara que não histórico de lesão também. Um jogador que joga muitos jogos, machuca-se pouco, então o custo-benefício é alto. São dados que você vai buscar com a Análise de Desempenho. Não é simplesmente porque ele foi bem na temporada passada, você busca o passado dele para não cometer erros. Os dados dele são muito positivos, os números são muito bons”, contou.

A vinda de Borja ao Palmeiras, inclusive, reforça o desejo do técnico de chegar forte em todas as competições de 2017.

“Ele teve um ano brilhante em 2016. Quando você fala em título de Libertadores, Mundial, Paulista e bi do Brasileiro, você tem de trazer esses caras. O Alexandre (Mattos, diretor de futebol) está fazendo um trabalho brilhante. Não é só o Borja que fará o Palmeiras vencedor neste ano, é o elenco, o grupo. Fora é o Borja artilheiro, mas aqui dentro ele treinará, brigará por posição, assim como todos. E, juntos, que possamos ganhar tudo aqui”, disse o palmeirense, confiando em uma disputa sadia no setor ofensivo do Verdão.

Eduardo Baptista concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol na manhã desta sexta (10).  (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+


Eduardo Baptista concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol na manhã desta sexta (10). 
(Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

“Eu já trabalhei em grandes equipes. Não com tantos jogadores de nível qualificado, mas perto disso, e era complicado. Aqui é muito tranquilo. O Alexandre Mattos e o Cícero (Souza, gerente de futebol) dão tranquilidade para todos trabalharem. A preocupação é no campo da atenção para todos saberem que você será honesto, a qualidade respeita a qualidade. Se você for justo, as coisas acontecem normalmente”, comentou.

Por fim, Eduardo Baptista falou sobre o duelo deste domingo (12) com o Ituano, às 19h30, no Estádio Novelli Júnior, em Itu-SP. Tchê Tchê, lesionado, será desfalque por até seis semanas.

“Perdemos o Tchê Tchê, uma perda que mexe um pouco com a maneira de jogar. Tentamos nos adaptar, achar outra peça que pudesse dar a sustentação que ele dava, e a chegada ao ataque também. Testamos duas formações, mas temos mais um dia ainda. Nada está definido, decidiremos amanhã (sábado) a equipe que enfrentará o Ituano”, finalizou o comandante.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post