Dudu recorda golaço de cobertura no clássico e revela: ‘Vi mais de 40 vezes’

A vitória por 3 a 0 sobre o São Paulo, no sábado (11), no Allianz Parque, não foi o único motivo para deixar o atacante Dudu com um sorriso estampado no rosto

Após o treino desta segunda-feira (13), na Academia de Futebol, o camisa 7, autor de um golaço que abriu o marcador diante do time tricolor, relembrou com muito entusiasmo do primeiro tento de fora da área que fez na carreira e revelou o motivo de ter arriscado um chute de tão longe aos 45 minutos da primeira etapa.

“Reparei que eles estavam usando muito o goleiro, isso a gente vê. Eu percebi que em uma jogada o Thiago (Santos) pegou a bola no meio e ele (Dênis, o goleiro) estava fora da grande área. O Thiago ameaçou tocar para a frente, o Dênis deu alguns passos para trás, mas continuou adiantado”, falou. “Eu pude pensar rápido, dominar a bola e no segundo toque já finalizei. Graças a Deus consegui um belo chute”, completou.

O jogador admitiu que nunca havia acertado um arremate tão distante da meta adversária.

“Nunca tinha feito um gol de fora da área. Às vezes, os treinadores até brigavam comigo falando que eu tinha de finalizar mais ao invés de tocar a bola. Isso começou com o Felipão no Grêmio, alguns técnicos me ajudaram muito nesta questão de entrar na área e finalizar para o gol. Contra o São Paulo, eu pude fazer um gol. Fico feliz e espero continuar nesta evolução”, afirmou, relembrando o lance de 2015 do amigo Robinho, que também fez um golaço contra o São Paulo quando atuava pelo Verdão.

“Quando o Robinho jogou aqui, nós viramos grandes amigos. Ele sempre ia para a minha casa e eu sempre ia para a dele. Nós já conversamos pelo Whatsapp (aplicativo de mensagens instantâneas) e ele disse que eu aprendi certinho (risos). Eu vi o gol mais de 40 vezes. Toda hora eu entro no Instagram (aplicativo de fotos e vídeos) e meus amigos me mandam toda hora no grupo também”, contou.

Dudu, por sua vez, planeja voos ainda mais altos com o Palmeiras neste ano e nas próximas temporadas.

“Fico feliz pela minha evolução. Quando eu cheguei em 2015, eu passei por aquele episódio contra o Santos e fiquei triste. Mas pude evoluir no clube e ganhar a confiança de todos, do clube e da torcida. Fico feliz pelo carinho que a torcida tem pelos meus filhos também. Estou muito feliz no Palmeiras e espero ficar muito tempo aqui. É a minha casa e sempre defenderei de coração”, projetou o atacante de 25 anos, que sonha com outra oportunidade na Seleção Brasileira.

“O Tite (treinador do Brasil) é muito coerente no que faz. Quando eu estive lá, ele falou que daria oportunidade para os melhores. Se ele acha que os jogadores que convocou agora estão em um melhor momento, tenho de respeitar. Tenho na cabeça que tenho de continuar trabalhando no Palmeiras para, se Deus quiser, ter outra oportunidade”, finalizou o camisa 7.

Veja abaixo o golaço de Dudu diante do São Paulo:

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post