Mesmo com liderança, Willian cobra Verdão ‘aguerrido’ contra a Ponte

Atual artilheiro do Palmeiras na temporada com quatro gols em 14 jogos, o atacante Willian não esconde o sorriso quando fala sobre a sua atual fase no clube

Contratado no começo deste ano, o jogador de 30 anos caiu rapidamente nas graças da torcida com aparições importantes e gols decisivos com a camisa do Verdão – o último, inclusive, foi marcado no empate por 2 a 2 com o Grêmio Osasco Audax, no sábado (25), dentro do Allianz Parque.

“Eu sabia da concorrência. Desde a minha chegada, trabalho o máximo possível, tanto dentro de campo quanto fora, na academia… Tento aproveitar as oportunidades que o Eduardo (Baptista) tem me dado, sei o quanto está sendo disputado e tomara que eu possa continuar sendo sempre importante para os companheiros e fazer o que o professor exige”, afirmou o atleta, destacando a qualidade do elenco palestrino.

“A responsabilidade é muito grande. Quando tem a oportunidade de entrar no jogo, tem de tentar algo diferente. Todos estão trabalhando muito forte desde o início, aproveitando os treinamentos, os jogos, e o grupo tem mostrado essa força. Estamos no caminho certo, o Eduardo está feliz com o grupo que tem em mãos”, declarou.

Os tentos feitos com o manto alviverde motivam ainda mais o atacante para a sequência de 2017.

“Isso dá confiança, mostra para o treinador que temos essa importância. O atacante é cobrado por fazer gols, quando vim para cá eu sabia deste peso. Faz pouco tempo que eu mudei de posição, sempre joguei pelos lados e agora estou nesta função. Tenho me sentindo bem, sei que a cobrança é maior. Mas que o coletivo sempre seja o principal e o individual aconteça de uma forma natural”, explicou o camisa 29.

Artilheiro do Verdão na temporada, Willian concedeu entrevista coletiva antes do treino desta terça (28). (Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Artilheiro do Verdão na temporada, Willian concedeu entrevista coletiva antes do treino desta terça (28). (Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação)

Diante da Ponte Preta, nesta quarta-feira (29), às 21h45, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas-SP, o Palmeiras encerra a sua participação na primeira fase do Campeonato Paulista. No próximo fim de semana, o time comandado por Eduardo Baptista inicia a disputa das quartas de final da competição contra o Novorizontino, segundo colocado do Grupo C do Estadual, no qual a equipe palestrina é líder. Mesmo com a classificação e a liderança geral da competição garantidas, Willian não quer relaxamento perante o rival campineiro.

“Temos também o objetivo de ampliar a nossa vantagem, que pode nos ajudar muito na sequência da competição. O Eduardo (Baptista) decidirá a equipe que jogará, mas com certeza quem for escolhido aproveitará ao máximo a oportunidade para fazer o melhor. A cobrança é grande, iremos com seriedade para conseguir a vitória”, afirmou.

“Sempre foi difícil jogar no Moisés Lucarelli. O time deles briga muito, tem o apoio e a cobrança da torcida, e hoje a Ponte vive um grande momento, temos de respeitar. Mas, em campo, temos de nos impor, respeitar e ser aguerrido para fazer uma grande partida”, finalizou.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post