Palmeiras bate o Jorge Wilstermann com gol no último minuto

O Palmeiras superou o Jorge Wilstermann-BOL por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (15), no Allianz Parque, pela segunda rodada da primeira fase da Copa Conmebol Libertadores Bridgestone

O gol da vitória palestrina veio na raça e somente aos 51 minutos do segundo tempo, com Yerry Mina, que levou os mais de 38 mil palmeirenses ao delírio na arena.

Pelo torneio continental, o Verdão volta a campo no dia 12 de abril, diante do Peñarol-URU, no mesmo Allianz Parque. Já o próximo compromisso do Alviverde será contra o Santos no próximo domingo (19), às 18h30, na Vila Belmiro, pela 9ª rodada do Campeonato Paulista.

O jogo

Dinâmico nos primeiros minutos, o duelo teve chances reais de gols para os dois lados. O Palmeiras, porém, impôs seu futebol dentro de casa. Logo aos três minutos, Dudu lançou Michel Bastos, que ajeitou para Jean chutar, oferecendo perigo à meta adversária. Foi o primeiro grande momento do Verdão no embate.

Lançamentos longos e jogadas aéreas foram algumas das características que marcaram a personalidade do time comandado por Eduardo Baptista no primeiro tempo. No entanto, o Jorge Wilstermann também chegou: aos dez, após cobrança de falta de Thomaz, Morales aproveitou para cabecear a bola, que desviou no zagueiro Mina e quase enganou  Fernando Prass, que conseguiu afastar o perigo.

A equipe boliviana continuou pressionando o Verdão, mas não conseguiu melhores resultados. O Verdão se impôs e começou a partir para o ataque. As principais chances palmeirenses saíram das ações de Miguel Borja, mas a equipe esbarrava no último toque e não conseguia colocar a bola para dentro.

Já no segundo tempo, o jogo ficou mais truncado e marcado pela numerosa quantidade de faltas para ambos os lados. Para tentar o gol a todo custo na etapa final, Eduardo Baptista sacou Michel Bastos, Guerra e Tchê Tchê para as entradas de Keno, Róger Guedes e Willian, respectivamente.

Felipe Melo e Mina chamaram a responsabilidade e, além de tomarem conta da retaguarda, puxaram o Verdão muitas vezes para o ataque. Nos 15 minutos finais – incluindo os seis minutos de acréscimo dados pelo árbitro Eduardo Gamboa –, pressão total do Verdão principalmente pelas pontas do gramado.

Quando o cronômetro já beirava os 51 minutos, no último lance do certame, Keno serviu Róger Guedes pela direita. O camisa 23 cruzou para Yerry Mina, que se jogou de carrinho na bola e mandou para o fundo das redes como se fosse um centroavante. Explosão geral da torcida no Allianz Parque e três pontos para o Verdão garantidos com o apito final do juiz chileno! (Palmeiras 1×0 Jorge Wilstermann)

Em seu primeiro jogo de Libertadores pelo Verdão, Mina fez a alegria da torcida. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Em seu primeiro jogo de Libertadores pelo Verdão, Mina fez a alegria da torcida. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Escalação: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Yerry Mina, Zé Roberto, Felipe Melo, Tchê Tchê (Willian), Michel Bastos (Keno), Guerra (Róger Guedes), Dudu; Borja

Gol

Palmeiras: Mina (51’ – 2º T)

Cartão amarelo: Yerry Mina

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post